Com impasse entre trabalhadores e direção da EBC, TST fará proposta mediadora

Com impasse entre trabalhadores e direção da EBC, TST fará proposta mediadora

382

assembleia-ebcApós nova audiência de mediação no Tribunal Superior do Trabalho, realizada no dia 30 de novembro, prossegue o impasse entre os empregados da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e a direção da empresa. Com isso, o vice-presidente do TST, ministro Emmanuel Pereira, formulará uma proposta a ser apresentada até o dia 7 de dezembro.

Na nova audiência, a direção da EBC apresentou uma proposta prevendo 5% de reajuste nas cláusulas econômicas, a retirada de 10 cláusulas do Atual Acordo Coletivo de Trabalho e alteração de redação em diversas outras. Os representantes dos Sindicatos e Federações dos trabalhadores consideraram a proposta ruim, pois além de prever arrocho salarial, prossegue na tentativa de retirar direitos já conquistados.

Em assembleia realizada nesta sexta-feira (2/12), os trabalhadores da EBC decidiram prosseguir em Estado de Greve. Foi aprovado novo encontro para a próxima sexta-feira (9/12), às 13 horas, quando os empregados analisarão a proposta de mediação a ser apresentada pelo TST.

José Carlos Torves, representante da FENAJ nas negociações, considera que, a prosseguir neste compasso, o mais provável é a solução do conflito pelo julgamento do Dissídio Coletivo pelo TST. “A direção da EBC continua intransigente e apresentando propostas muito ruins. Por isso os trabalhadores aguardam com grande expectativa a proposta mediadora do vice-presidente do TST”, disse.