FENAJ assina nota em defesa do Estado Democrático de Direito e da...

FENAJ assina nota em defesa do Estado Democrático de Direito e da Autonomia Universitária

532

Devido aos trágicos acontecimentos que se abateram sobre a Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, decorrendo na morte prematura de seu reitor e jornalista Luiz Carlos Cancellier de Olivo, em 2 de outubro, profissionais de várias áreas, no município de Florianópolis – SC, criaram o coletivo “Floripa contra o Estado de Exceção”, que tem como eixos norteadores a luta contra o Estado de exceção e a defesa da autonomia universitária.

Dessa forma, o coletivo lançou uma nota pública, que também foi assinada pela Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ), conclamando os setores democráticos da sociedade brasileira para se unirem com urgência em luta contra a destruição dos fundamentos do Estado Democrático de Direito protagonizada por agentes públicos e privados que promovem no país um retrocesso civilizatório, cultural, político, econômico e social.

Conforme a nota, os golpes ao direito constitucional da presunção de inocência e do devido processo legal se somam à supressão de direitos sociais e a decisões contrárias à soberania nacional e à vontade da população expressa pelo voto. Tais ações, de viés arbitrário e antipopular, transformaram o cenário de luta política no país em pouco tempo, em conexão com disputas geopolíticas internacionais contra a autodeterminação dos povos e nações, que têm como um dos seus elementos centrais a destruição dos serviços públicos, notadamente no campo educacional em todos os seus níveis e modalidades.

Leia a íntegra da nota.

 

Com informações do coletivo “Floripa contra o Estado de Exceção”.