NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL

1073

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Goiás e a Federação Nacional dos Jornalistas lamentam o brutal assassinato do jornalista João Miranda do Carmo, ocorrido neste domingo em Santo Antônio do Descoberto, e espera que as autoridades cumpram com o seu dever de esclarecer as circunstâncias, punindo os responsáveis com o rigor da lei.

Responsável pelo blog “SAD Sem Censura” com denúncias locais, João Miranda era também dirigente do PCdoB. As entidades representativas dos jornalistas em Goiás e no Brasil se solidarizam com os familiares.

Além da ação policial e judiciária para captura e punição dos responsáveis, é preciso que se tomem medidas preventivas tanto pelas empresas de comunicação quanto pelas forças de segurança do país para dar um basta nessa situação. Nesse sentido, a Fenaj vem propondo a instituição de um protocolo de segurança que permita as condições necessárias para o exercício do Jornalismo e para a garantia das liberdades de expressão e de imprensa no Brasil.

Goiânia, 25 de julho de 2016.

Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Goiás
Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ