Nota Pública

Nota Pública

347

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Tocantins – Sindjor-TO e a Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ vêm a público se solidarizar com o jornalista Wesley Silas do Portal de Notícias Atitude, que na quarta-feira, 30 de novembro, foi surpreendido por um telefonema do vereador e atual presidente da Câmara de Vereadores de Gurupi, questionando e intimidando o jornalista pela publicação de um artigo de opinião de leitor, que questiona a postura adotada pelo parlamentar.

Lembramos que intimidar/ameaçar pessoas é crime e passível de pena. Destacamos que o espaço e o material questionado pelo vereador representa a opinião de um leitor e não do jornal, e este espaço é aberto para publicação, sem censuras.

Ressaltamos que o jornalista é um trabalhador como qualquer outro e não deve ser ameaçado por realizar o trabalho de levar informação a comunidade. O Tocantins tem um histórico de ataques, intimidações, xingamentos entre outras atitudes com estes profissionais, atitude que classificamos como condenável. Nenhum trabalhador deve ser desrespeitado no exercício da profissão.

Nesse caso, como ocorrido em outros, o Sindicato está acompanhando, prestando solidariedade, apoio e orientando o jornalista nos procedimentos a serem tomados. Um Boletim de Ocorrências foi registrado, assim como encaminhado ao Ministério Público Estadual e à Secretaria de Segurança Publica carta denúncia informando sobre o ocorrido e pedindo providências, ao qual o Sindjor-TO vai reforçar os pedidos de apuração dos fatos.

Sindjor-TO – SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS DO ESTADO DO TOCANTINS

FENAJ – FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS