Ocupe Brasília: FENAJ mantém mobilização contra reformas do governo Temer

Ocupe Brasília: FENAJ mantém mobilização contra reformas do governo Temer

170

Com o adiamento da votação da Reforma da Previdência, todas as centrais sindicais e movimentos sociais intensificam ações de pressão ao Congresso Nacional. Para o dia 24 de maio está confirmada a Marcha e Ocupação de Brasília. A Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ orienta seus filiados a organizarem suas bases para participarem do ato na capital federal ou para pressionarem os parlamentares, em cada Estado, contra as reformas do governo Temer.

Uma pressão que já começa a dar resultados. Informações sobre o clima entre os parlamentares no Congresso dão conta de que deputados e senadores estão muito incomodados com as mobilizações da classe trabalhadora.

Por este motivo é preciso ampliar a pressão em todos os estados, para que os parlamentares sintam o descontentamento de suas bases eleitores.

“A Greve Geral do último dia 28 mostrou que a informação está chegando à população que está participando de todas as atividades convocadas. E assim como fizemos a maior Greve Geral da história, também faremos a maior manifestação que Brasília já viu”, apontou o secretário-geral da CUT, Sérgio Nobre.

Com informações da Central Única dos Trabalhadores – CUT

Foto: Sindicato dos Trabalhadores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica da Paraíba