Sindicato repudia ameaça de representante do Governo do Paraná a jornalista

Sindicato repudia ameaça de representante do Governo do Paraná a jornalista

183

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR), através de nota divulgada na segunda-feira, 11, repudiou a atitude do coordenador regional do Governo do Estado no Oeste do Paraná, Eliezer Fontana, que teria ameaçado, na tarde desta sexta-feira, 8, a jornalista Juliet Manfrin, repórter do jornal O Paraná, de Cascavel. Por meio de mensagem via WhatsApp no telefone particular da profissional, Fontana afirmou  “que um dia da caça e outro do caçador. Jamais imaginei ser uma jornalista do mal. Acreditei que seria do bem. Me enganei. Quem prega o mal vai receber o mal”.

Conforme divulgado em nota, o contexto da ameaça está relacionado a reportagens sobre processos criminais e condenações por improbidade administrativa contra Eliezer Fontana no período em que foi prefeito do município de Corbélia, no Oeste do Paraná. Segundo informações de O Paraná, antes da ameaça textual a profissional já tinha recebido uma série de coações do representante do governo por meio de telefonemas.

Homem de confiança do governador Beto Richa no Oeste do Paraná, Fontana ocupa a função desde outubro de 2016. Para o SindijorPR, ao insultar a jornalista no desempenho de suas funções, o representante do governo foge da conduta de civilidade e do tratamento respeitoso à imprensa que são requisitos imprescindíveis a quem ocupa um cargo público, mesmo em circunstâncias adversas.

O SindijorPR considerou que a ameaça representou uma grave violação ao direito à informação e impedimento do exercício da profissão e liberdade de imprensa, passível de punição. E que o episódio merece repulsa não somente do representante legal da categoria dos jornalistas, mas de toda a sociedade consciente do papel da imprensa de cobrar a necessidade de eficiência e transparência na administração pública. O SindijorPR afirmou esperar que o governo do Estado tome providências em relação à ameaça de seu representante.

 

Com informações do SindijorPR