Dia Nacional de Luta pelo Diploma mobiliza jornalistas de norte a sul do país

359

Jornalistas de todo o Brasil vestiram-se de azul e aderiram ao Dia Nacional de Luta em Defesa do Diploma, realizado pela Federação Nacional dos Jornalistas e pelos Sindicatos filiados nessa sexta-feira (16/06), véspera da data em que completam 14 anos da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que eliminou esse critério de acesso à profissão. A atividade teve o apoio da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), da Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo (Abej) e Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor).

Com disposição e criatividade, a categoria ocupou as redes sociais, num twitaço e instagramaço, postando fotos e vídeos em defesa da aprovação da Proposta de Emenda Constitucional 206/2012. No Twitter, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP/AL), foi marcado em apelo coletivo para que paute a matéria na Casa legislativa.

Mensagens como “A formação superior em Jornalismo é primordial para a qualidade da informação e para a ampliação do compromisso com a ética profissional, fundamentais para a sociedade. #PECdoDiplomaJá”, deram o tom da mobilização digital no microblog.

Próximos passos

Em paralelo à mobilização digital, a presidenta da FENAJ, Samira de Castro, conversou com o deputado Amaro Neto (Republicanos/ES), atual presidente da Comissão de Comunicação da Câmara dos Deputados. O parlamentar, que é jornalista diplomado, confirmou o apoio à PEC 206/12 e colocou a Comissão à disposição da entidade.

De acordo com Samira de Castro, uma nova atividade de corpo a corpo com os deputados em Brasília será programada para agosto deste ano quando, após o recesso parlamentar, reiniciam-se os trabalhos legislativos. “Nesse intervalo, é importante que os Sindicatos mobilizem a categoria e procurem os deputados federais em suas bases, para garantir nosso placar favorável a aprovação da matéria”, reforçou.

A atual campanha pela aprovação da chamada PEC do Diploma iniciou em março, após uma plenária sindical com 16 dos 31 Sindicatos filiados estabelecer a reorganização dessa luta como uma das prioridades da Federação. Já no dia 24 de março, as entidades começaram a divulgar novas peças em suas redes sociais, chamando atenção da sociedade para a necessidade de volta do diploma em Jornalismo como critério único, impessoal e transparente de acesso à profissão.