Em MG, Diários Associados ainda não pagaram salário das maior parte dos trabalhadores

14

Os Diários Associados Minas continuam sem pagar os salários de outubro de grande parte dos seus trabalhadores. Na TV Alterosa, o atraso atinge todos os trabalhadores. No Estado de Minas, só parte dos repórteres recebeu; continuam sem pagamento os demais jornalistas, os empregados da administração e os gráficos.

Já são quatro dias de atraso, além do prazo legal, que é o quinto dia útil do mês seguinte ao trabalhado. Nem a direção da empresa nem o setor de RH dá qualquer informação sobre previsão de pagamento.

Não é a primeira vez que isso acontece, o atraso dos salários se tornou corriqueiro e seletivo nas empresas dos Associados Minas. O salário de setembro foi pago aos gráficos do Estado de Minas dentro do prazo, mas aos demais trabalhadores, não.

Os jornalistas paralisaram atividades e pressionaram pelas redes sociais. A mobilização deu resultado e os salários foram pagos com 11 dias de atraso. Este mês parte dos repórteres recebeu dentro do prazo.

Os trabalhadores estão preocupados também com o pagamento do 13º, cuja primeira parcela vence no dia 30/11, e com os salários dos próximos meses.

Uma assembleia já está marcada para a primeira semana de dezembro, caso haja novo atraso.

O Sindicato dos Jornalistas e o o Sindicato dos Empregados na Administração de Jornais e Revistas já encaminharam documento ao procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho em Minas, Arlélio de Carvalho Lage, pedindo sua intervenção. O documento detalha os inúmeros problemas de desrespeito dos direitos trabalhistas enfrentados pelos trabalhadores dos Diários Associados nos últimos anos.

Em 2016 a empresa impôs uma redução salarial de 30% que já foi julgada ilegal pela Justiça. A empresa ainda não pagou nem informou como vão pagar a dívida trabalhista.

Sem pagar não dá para trabalhar.

Fonte: Sindicato dos Jornalistas de MG