Funcionários da TV Cultura do Amazonas querem audiência com governador

204
Mobilizados há mais de um mês, os funcionários da TV Cultura do Amazonas lançaram o Movimento “S.O.S TV CULTURA”. Eles denunciam que, além de manter os salários arrochados e sucatear os equipamentos da emissora, a atual direção da TV pública vem promovendo assédio moral e ameaças aos participantes do movimento. Os funcionários da TV reivindicam uma audiência com o governador Eduardo Braga (PMDB), que até o momento não os recebeu. Veja, também, informações sobre agressões a jornalistas na BA, o site dos ecojornalistas de AL e sobre o início dos preparativos para o próximo congresso nacional da categoria.

Com salários variando entre R$ 400,00 e R$ 1.200,00, sem reajuste há mais de 13 anos, os funcionários da TV Cultura já realizaram mobilizações como “apitaços” e “panelaços”. Eles reclamam, também, que os equipamentos técnicos e demais recursos materiais da emissora estão sucateados. Registrando que a TV – que é um dos ícones da difusão cultural amazonense – agoniza, eles vêem buscando abrir diálogo com o governo do estado. E criticam que a atual diretoria da emissora, ao invés de buscar intervir junto ao governador, vem ameaçando e assediando moralmente os funcionários.

Sindicato da BA repudia agressões a jornalistas na cobertura das eleições
O Sindicato dos Jornalistas da Bahia repudiou, dia 5 de outubro, as agressões e prisões praticadas pelas Polícias Civil e Militar do estado contra jornalistas que cobriam as Eleições 2008. Em nota pública, a entidade manifestou que “defende eleições democráticas, transparentes e dentro de um nível civilizado de respeito à livre escolha de todos os cidadãos, bem como o livre exercício profissional dos trabalhadores em comunicação”. Foram registrados episódios nas cidades de São Francisco do Conde, Barreiras e Salvador, onde jornalistas no exercício profissional sofreram ameaças, agressões e chegaram a ser detidos. O Sindicato pediu providências do governo do estado na apuração dos fatos e punição dos culpados.

Site do Núcleo de Ecojornalistas de Alagoas comemora número de acessos
O site do Núcleo de Ecojornalistas de Alagoas (NEJ-AL) fechou o mês de setembro com mais de 750 visitas (média de 25 por dia), segundo o relatório da UOL HOST, que hospeda o portal. Criado em maio deste ano, durante o lançamento do Prêmio Octávio Brandão de Jornalismo Ambiental, o site vem aumentando mensalmente o índice de procura, sendo acessado também de outros países, como Portugal, França, Estados Unidos e Japão. O site tem por objetivo de dar suporte aos jornalistas alagoanos e também divulga informações de interesse geral, ligadas ao meio ambiente e à sustentabilidade. Para conferir seu conteúdo acesse www.nejal.com.br.

FENAJ e Sindicato do RS preparam 34º Congresso Nacional dos Jornalistas
No dia 30 de setembro, diretores da FENAJ e do Sindicato dos Jornalistas do RS deram o pontapé inicial para a preparação do 34º Congresso da categoria, que se realizará em agosto de 2010. O presidente da FENAJ, Sérgio Murillo de Andrade, registra que esta é a primeira vez que um congresso da entidade começa a ser preparado com antecedência de quase dois anos. Nos próximos meses serão realizadas reuniões periódicas da comissão organizadora.