Jornalista de MG é agredido a pedradas por vereador no interior do estado

145
Jornalista Alexandre Megale sofre atentado no Bairro Pinhalzinho dos Góes em Ouro Fino | Observatório de Ouro Fino
Jornalista recebeu atendimento médico. Imagem cedida pela Jornalista Luciana Leal

O  jornalista Alexandre Megale, de Ouro Fino, região Sul de Minas, foi atacado a pedradas pelo vereador Paulo Luiz de Cantuária (MDB), conhecido como Bem-te-vi, enquanto apurava uma informação na zona rural da cidade. O jornalista disse que o vereador apareceu de repente no local aonde ele estava e começou a xingá-lo. Ele disse que resolveu ir embora para evitar problemas, mas caiu ao arrancar sua moto e, em seguida, começou a ser atacado a pedradas pelo vereador. Segundo o jornalista, uma das pedras amassou seu capacete.

Alexandre conta que perdeu os sentidos durante a agressão, só interrompida, depois que testemunharam reconheceram o vereador e gritaram para que ele parasse. O jornalista foi levado para o pronto-socorro e liberado sem ferimentos graves, mas machucou a mão ao tentar se proteger do ataque.

Alexandre é autor de uma reportagem, publicada em seu canal do Youtube, sobre uma condenação do vereador por estupro de vulnerável. O caso corre em sigilo na Justiça, mas o repórter obteve a sentença, dada em primeira instância, e fez a reportagem, que teria sido o motivo da agressão

O delegado Waldir Pellarico, que apura o caso, disse que já foi instaurado um inquérito que deve ser concluído em cerca de 15 dias. Ele informou ainda que o jornalista já prestou depoimento e fez hoje uma exame de corpo delito. Até amanhã, segundo o delegado, o vereador deve ser ouvido.

A reportagem não conseguiu contato do vereador Bem-Te-Vi, mas enviou uma mensagem para seu gabinete. O presidente do Conselho de Ética da Câmara de Ouro Fino, Tiago Bazolli, informou que será aberto um procedimento para apurar se houve quebra de decoro parlamentar.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SPMG) e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) repudiam mais uma agressão contra jornalista, uma prática, infelizmente, cada dia mais comum no Brasil, e  espera que os fatos sejam apurados com rigor.

A violência contra jornalista é um ataque à democracia e um atentado contra a liberdade de expressão.