Nota de repúdio contra a agressão ao Jornalista Waldiney Ferreira

805

O Sindicato dos Jornalistas do Estado do Pará (Sinjor-PA), por meio de sua Diretoria Executiva e Regional do Tapajós, juntamente com a Comissão em Defesa da Liberdade de Imprensa da OAB-PA, repudia a agressão covarde do Prefeito de Oriximiná (PA), Wilian Fonseca, contra o jornalista Waldiney Ferreira , da Rede Trombetas de Comunicação, nesta quarta-feira, 1º de junho, Dia Nacional da Imprensa.

O jornalista e demais profissionais da comunicação realizavam a cobertura da votação pelo Legislativo do processo de cassação do prefeito. Após o término da sessão da Câmara Municipal, em via pública, o profissional estava capturando imagens com o celular quando foi surpreendido com chute e murros de Willian Fonseca. O aparelho celular ainda foi tirado de Waldiney por um apoiador do prefeito.

O profissional já realizou o exame de corpo delito e fará o registro oficial das agressões na delegacia de Polícia Civil. O Sinjor-PA acompanha o caso e já disponibilizou sua assessoria jurídica que está em contato com o jornalista para auxiliar nas medidas judiciais cabíveis.

Nesta data, alusiva ao Dia Nacional da Imprensa, casos de agressões como esse representam um ataque frontal às liberdades democráticas e uma tentativa de calar a criticidade e o jornalismo sério, fundamental para levar à população uma informação de qualidade.

O Sinjor-PA e a Comissão em Defesa da Liberdade de Imprensa da OAB-PA irão denunciar essa violência aos organismos competentes e vão cobrar a devida apuração e responsabilização do autor desta violência, que não deverá passar impune.

Por fim, o Sinjor-PA conclama a todos e todas a fortalecerem a democracia, que perpassa pela luta em defesa do livre-pensar, de um jornalismo crítico e da valorização dos jornalistas.

1° de Junho de 2022.

Sindicato dos Jornalistas no Estado do Pará (Sinjor-PA)
Comissão em Defesa da Liberdade de Imprensa e Expressão da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Pará.