NOTA OFICIAL

15

FENAJ e Sindijornalistas defendem liberdade de imprensa

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e o Sindicato dos Jornalistas no Espírito Santo (Sindijornalistas) vêm a público defender a liberdade de imprensa e manifestar solidariedade aos jornalistas Max Ladeira e Jackson Rangel, da Folha do ES. Os jornalistas estão sendo processados criminalmente pelo secretário de estado Thiago Hoffman, em razão de divulgação de informações acerca de supostas fraudes em licitação na Prefeitura de Caravelas (BA) e adesão à ata de registro de preços por parte da Prefeitura de Vitória, que estão sob investigação dos Ministérios Públicos do Espírito Santo e da Bahia.

FENAJ e Sindijornalistas reforçam que o direito à informação jornalística está consagrado na Constituição brasileira e que é parte constitutiva do trabalho dos profissionais jornalistas apresentar à sociedade informações de interesse público, em especial as que dizem respeito às ações de governos (municipais, estaduais ou Federal) nas gestões de recursos e bens públicos.

Recorrer ao Poder Judiciário é um direito de qualquer cidadão que se sinta ofendido ou prejudicado, mas aos homens e mulheres públicos cabe o princípio da transparência, com a divulgação de informações e esclarecimentos sobre seus atos administrativos e/ou políticos.

FENAJ e Sindijornalistas esperam que os fatos sejam devidamente esclarecidos e, especialmente, que o juiz de Direito Leandro Duarte, da 4ª Vara de Cachoeiro do Itamerim, resguarde a liberdade de imprensa e o direito à informação dos cidadãos e cidadãs capixabas.

Sindicato dos Jornalistas no Espírito Santo.

Federação Nacional dos Jornalistas.