Home Prêmios

Prêmios

Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros 2020: inscrições abrem nesta quarta-feira

Quinta edição do Prêmio, realizado pela ENS e Fenacor, terá categoria especial sobre Formação e Qualificação Profissional

O Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros chega à quinta edição em 2020, com novidades para os profissionais de imprensa de todo o país. As inscrições serão abertas nesta quarta-feira, 1º de julho, e podem ser feitas até 16 de novembro. O Prêmio é uma realização conjunta da Escola de Negócios e Seguros (ENS) e da Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor), com apoio institucional da CNseg.

Esta edição terá cinco categorias em disputa. Quatro delas já são conhecidas dos jornalistas: Mídia Impressa, Audiovisual (incluindo Rádio e TV), Webjornalismo e Imprensa Especializada do Mercado de Seguros.  A quinta categoria será Formação e Qualificação Profissional, criada especialmente para estimular reportagens cujo foco central seja a qualificação, a capacitação e o treinamento dos profissionais do setor de seguros, previdência e capitalização.

Poderão concorrer nessa categoria reportagens e artigos publicados e/ou veiculados na mídia impressa, rádio, TV, Websites e na Imprensa Especializada, que versem sobre ações desenvolvidas por instituições e empresas do mercado com o objetivo de preparar os profissionais do setor para atender, com agilidade, qualidade e eficiência, as novas demandas dos consumidores brasileiros.

Cada categoria terá cinco finalistas, escolhidos pela Comissão de Seleção do Prêmio. Serão premiados os três melhores trabalhos. Poderão ser inscritas reportagens e matérias veiculadas entre 11 de novembro de 2019 e 15 de novembro de 2020. As premiações foram distribuídas da seguinte maneira: R$ 15 mil para o primeiro colocado, R$ 6 mil para o segundo e R$ 3 mil para o terceiro.

Desde 2016, o Prêmio tem se consolidado como um reconhecimento aos profissionais de imprensa que cobrem um setor estratégico para o Brasil. Nas quatro primeiras edições, foram mais de 2.700 trabalhos inscritos. Este ano, em virtude da pandemia de Covid-19, o Prêmio passou por ajustes. A cerimônia de premiação deve ocorrer entre dezembro e fevereiro próximos. Até novembro, ENS e Fenacor vão anunciar se a premiação será presencial ou via Web.

As inscrições e o regulamento completo do Prêmio estão disponíveis nos links www.fenacor.org.br/premiodejornalismo e www.ens.edu.br/pt/Eventos/premiodejornalismo

————————————————

Abertas inscrições para a 6ª edição do Prêmio Synapsis FBH de Jornalismo 2020

Num ano em que o mundo parou por causa de um vírus, a informação (verdadeira) tornou-se a melhor arma para conter a pandemia de Covid-19. E a Premiação busca justamente valorizar e homenagear jornalistas que, ao longo deste ano, dedicaram esforços para levar a melhor informação a todos, distinguindo o que é fato do que é fake, enriquecendo o debate sobre assuntos relacionados ao sistema de saúde público ou privado.

Podem concorrer jornalistas com registro profissional, nas categorias: Impresso (jornal ou revista), Internet (sites, portais de notícias ou blogs), Rádio e TV. Serão entregues 4 (quatro) prêmios, sendo agraciado apenas o primeiro colocado de cada categoria. Cada vencedor(a) receberá o valor total líquido de R$ 15.000,00 (quinze mil reais).

O material jornalístico a ser inscrito deve, obrigatoriamente, constar como divulgado no respectivo veículo, conforme a categoria, no período de 01/10/2019 a 30/09/2020.

Inscreva-se na 6ª edição do Prêmio Synapsis FBH de Jornalismo 2020, de 7 de abril de 2020 a 30 de setembro de 2020, aqui.

Não perca tempo! Seu trabalho jornalístico já foi destaque. Agora é a sua vez de ser reconhecido e valorizado pela dedicação ao cumprir a missão de informar.
Confira o Regulamento completo.

A solenidade de premiação será realizada em data e local a serem definidos posteriormente pela FBH.

SERVIÇO:
6ª edição do Prêmio Synapsis FBH de Jornalismo, promovido pela Federação Brasileira de Hospitais (FBH).

Período de inscrição: 07/04/2020 a 30/09/2020.

Quem pode participar: jornalistas com registro profissional, nas categorias: Impresso (jornal ou revista), Internet (sites, portais de notícias ou blogs), Rádio e TV.

Premiação: serão entregues 4 (quatro) prêmios, sendo agraciado apenas o primeiro colocado de cada categoria. Cada vencedor(a) receberá o valor total líquido de R$ 15.000,00 (quinze mil reais).

Equipe Prêmio Synapsis FBH de Jornalismo 2020.

premiosynapsis@fbh.com.br
fbh.com.br/premio

————————————————

Prêmio Anamatra de Direitos Humanos 2020

  • OBJETIVO

Valorizar ações realizadas por pessoas físicas e jurídicas no Brasil, que estejam comprometidas com a defesa dos direitos humanos no mundo do trabalho.

  •  PARTICIPANTES

Poderão participar do Prêmio Anamatra de Direitos Humanos pessoas físicas e jurídicas que, dentro das categorias adiante especificadas, tenham desenvolvido ações concretas de promoção e defesa de direitos humanos nas relações de trabalho, atinentes à educação para o pleno exercício dos direitos sociais; ao combate a todas as formas de discriminação no mercado de trabalho; à inclusão de deficientes; ao combate ao trabalho infantil, escravo e degradante; à defesa do meio ambiente do trabalho e à defesa e promoção do trabalho decente.

  • PERÍODO DE EXECUÇÃO

As ações e os projetos inscritos deverão ter sido implementados ou executados no período de 1º de junho de 2018 a 30 de junho de 2020.

  • CATEGORIAS PARTICIPANTES

Haverá um vencedor em cada categoria, exceto na categoria “Imprensa”, em que será premiado um vencedor em cada subcategoria. 

  • Categoria Cidadã: pessoas físicas e jurídicas, incluídas entidades não governamentais, e outras entidades que desenvolvam projetos e ações concretas relacionadas aos temas indicados no regulamento.
  • Categoria Imprensa: pessoas físicas que tenham veiculado, em meios de comunicação, reportagens escritas, documentários, série de matérias ou fotografias relacionadas aos temas indicados no regulamento, nas seguintes subcategorias:

      – Mídia Impressa (jornal e revista) ou eletrônica (internet);

      – Televisão;

      – Rádio;

      – Fotografia Impressa (jornal e revista) ou eletrônica (internet). 

  • Categoria Programa Trabalho, Justiça e Cidadania: alunos, professores e/ou escolas que promovam ações cidadãs e práticas de disseminação dos ideais de justiça social, por meio da aplicação do Programa “Trabalho, Justiça e Cidadania” da Anamatra, observada a temática indicada no regulamento.

Não serão aceitos trabalhos, entre eles pesquisas, artigos, monografias, dissertações e teses, que tenham sido utilizados para fins acadêmicos, junto às universidades de vinculação do participante.

  • INSCRIÇÃO

Atenção! Leia atentamente o regulamento, pois algumas regras mudaram em relação à edição anterior. Trabalhos enviados de formas diferentes das que estão descritas no regulamento não serão considerados e estarão, automaticamente, desclassificados.

preenchimento do formulário de inscrição e a inclusão dos demais documentos necessários em cada categoria/subcategoria deverão ser realizados neste siteno botão IR PARA O FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO, no período de 1º de julho a 20 de agosto de 2020. Não serão aceitas inscrições fora do prazo estabelecido.

Uma vez em que o formulário for preenchido e enviado, não será mais possível fazer edição de texto em nenhum campo e nem nos arquivos e/ou links encaminhados. As inscrições repetidas, no intuito de corrigir possíveis equívocos de preenchimento ou encaminhamento de arquivos/links, serão automaticamente desconsideradas, sendo levada para avaliação da comissão julgadora a inscrição com data e/ou horário de envio mais antigo.

São de responsabilidade do participante as possíveis falhas na visualização dos documentos por ele inseridos, sejam por link ou upload, e que impossibilitem a avaliação da comissão julgadora e, consequentemente, do júri qualificado.

  • CONTATO EM CASO DE DÚVIDA

Dúvidas poderão ser esclarecidas exclusivamente por e-mail, no endereço premiodh@anamatra.org.br ou por WhatsApp, no número (61) 99995-9503. Este número será utilizado exclusivamente para respostas via aplicativo e funcionará de segunda à sexta-feira, das 10h às 17h.

  • RESULTADO

A relação dos finalistas do Prêmio Anamatra de Direitos Humanos 2020 em todas as categorias e subcategorias será divulgada, no site da Anamatra, no dia 13 de outubro de 2020.

  • REVELAÇÃO DOS VENCEDORES

 A revelação dos vencedores do Prêmio Anamatra será realizada de maneira virtual, das 19h às 20h do dia 30 de outubro de 2020, com transmissão nas principais redes sociais da Anamatra.

https://www.anamatra.org.br/premiodh

————————————————

Prêmio CNT 2020 abre inscrições e busca valorizar o jornalismo de qualidade

Jornalistas e fotógrafos têm até o dia 10 de agosto para inscrever seus trabalhos, cuja veiculação deve ser entre 5 de agosto de 2019 e 10 de agosto de 2020

Estão abertas as inscrições para o Prêmio CNT de Jornalismo 2020. A premiação, ao longo de 27 anos, inseriu o transporte no cotidiano das redações brasileiras e se tornou uma das principais do país. E, neste ano, não seria diferente. O Brasil e o mundo enfrentam uma pandemia, e o jornalismo de verdade vem reafirmando seu papel como um dos pilares das democracias modernas e mostra que – assim como o transporte – continua a ser essencial neste novo mundo. E o Prêmio CNT chega para reconhecer e valorizar o jornalismo de qualidade.

Serão avaliadas as matérias e fotografias veiculadas entre 5 de agosto de 2019 e 10 de agosto de 2020. A data-limite para se inscrever é 10 de agosto, até as 18h, pelo site: premiocnt.cnt.org.br

As pautas devem abordar aspectos do transporte, seja ele rodoviário, ferroviário, aquaviário ou aéreo – nos segmentos de passageiros ou cargas. As matérias devem se enquadrar em uma das seguintes categorias: Impresso, Internet, Televisão, Rádio, Fotografia, Meio Ambiente e Transporte.

Mais uma vez, os melhores trabalhos concorrerão ao Grande Prêmio (R$ 60 mil) e às premiações por categoria (R$ 35 mil cada). No ano passado, o Grande Prêmio foi do jornalista Guilherme Ramalho de Melo, da GloboNews, com a série de reportagens “GloboNews em movimento”, sobre os desafios da mobilidade urbana no Brasil.

Confira os vencedores do Prêmio CNT de Jornalismo 2019

Ideias para pautas podem ser encontradas nos próprios trabalhos da CNT e do SEST SENAT. As entidades produzem estudos, promovem ações e dispõem de redes sociais alimentadas diariamente. A seleção dos melhores trabalhos será feita, inicialmente, por uma comissão de pré-selecionadores, formada por jornalistas com atuação acadêmica.

Depois, os trabalhos finalistas serão escolhidos por uma comissão formada por quatro jornalistas de renome da imprensa nacional e um especialista em transporte. Eles atribuirão notas de acordo com cinco critérios (veja abaixo), sendo que a relevância para o setor de transporte e o transportador e a qualidade editorial têm maior peso. Os vencedores serão anunciados no mês de novembro. 

Para lembrar

Inscrições devem ser feitas até 5 de agosto, às 18h, pelo site www.premiocnt.cnt.org.br

Categorias
Impresso
Internet
Televisão
Rádio
Fotografia
Meio Ambiente e Transporte

Critérios de julgamento

  1. Relevância para o setor de transporte e o transportador
  2. Qualidade editorial
  3. Relevância para a sociedade
  4. Criatividade / originalidade
  5. Temporalidade / atualidade

Série x Cobertura

A Comissão Organizadora do Prêmio CNT define como série de matérias ou de fotografias a reportagem sobre um mesmo tema ou desdobramentos desse tema publicados durante determinado intervalo de tempo. Para ser considerada uma série de reportagens, o material deve seguir a mesma linha editorial e a mesma identidade visual do início ao fim. A simples cobertura factual de determinado tema ou acontecimento, com a reunião de várias reportagens e suítes, não será considerada série de reportagens.

Cerimônia de premiação

Em função da pandemia do novo coronavírus, a cerimônia de premiação do Prêmio CNT, tradicionalmente realizada na primeira semana de dezembro, não está confirmada. Para a realização ou não do evento, a CNT seguirá as determinações das autoridades sanitárias locais.

Acompanhe as novidades do Prêmio CNT
Facebook: @cntbrasil / @sestsenatbrasil
Instagram: @agenciacnt
Twitter: @agenciacnt
LinkedIn: CNT / SEST SENAT – ITL
WhatsApp:

Assessoria de Imprensa da CNT – imprensa@cnt.org.br
Diego Gomes – (61) 9 9686-1427 | 3315-7247

————————————————

Prêmio ANA 2020 recebe inscrições de boas práticas em prol da água em sua edição histórica

Inscrições vão até 31 de julho e podem ser realizadas pelo hotsite da premiação para as oito categorias. Vencedores da edição de 20 anos da Agência Nacional de Águas levarão para casa o exclusivo Troféu Prêmio ANA

No  ano  em  que  completa  duas  décadas  de  atuação  na  regulação  das  águas  em  prol  do desenvolvimento do Brasil, a Agência Nacional de Águas (ANA) lança nesta segunda-feira, 6 de abril,  o  Prêmio  ANA  2020.  As  inscrições  para  a  premiação  vão  até  31  de  julho  e  podem  ser realizadas   gratuitamente   pelo   hotsite   www.ana.gov.br/premio.   Os   vencedores   das   oito categorias ganharão o Troféu Prêmio ANA. Uma novidade dessa edição histórica é que os três finalistas de cada categoria poderão utilizar em  seus materiais de divulgação o “Selo Prêmio ANA: Finalista” ou o “Selo Prêmio ANA: Vencedor”, conforme o resultado final do concurso.

A  premiação  é  realizada  pela  Agência  Nacional  de  Águas  para  reconhecer  trabalhos  que contribuem   para   a   segurança   hídrica,   gestão   e   uso   sustentável   das   águas   para   o desenvolvimento sustentável do Brasil. Segundo o regulamento do Prêmio ANA 2020,  as oito categorias em  disputa são: Governo, Empresas de Micro ou de Pequeno Porte, Empresas de Médio  ou  de  Grande  Porte,  Educação,  Pesquisa  e  Inovação  Tecnológica,  Organizações  Civis, Comunicação e Entes do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SINGREH).

Dentre as categorias, o Prêmio ANA 2020 teve algumas mudanças em relação à última edição, realizada em 2017. As três categorias segmentadas de imprensa (Impressos e Sites, Rádio e TV) foram agrupadas em Comunicação, que tem um formulário de inscrição específico. Além disso, os conteúdos e materiais jornalísticos precisam ter sido veiculados a partir de 1º de julho de 2017.

Já a categoria Ensino foi substituída por Educação, que agora aceita projetos e iniciativas de entidades de ensino não formal, como museus, centros culturais, de ciências, de educação ambiental, bibliotecas, jardins botânicos, zoológicos e planetários. Além disso, continuam podendo   participar   estudantes   e   profissionais   de   instituições   de   ensino   médio   e fundamental.

Outra  novidade  foi  a inclusão  da categoria  Entes  do  Sistema  Nacional  de  Gerenciamento  de Recursos Hídricos, acrescentada para valorizar as ações de órgãos gestores de recursos hídricos, conselhos de recursos hídricos, comitês de bacias hidrográficas, agências de água e entidades delegatárias das funções de agências de água.

O Prêmio ANA 2020 terá uma Comissão Julgadora composta por oito membros externos à ANA e  com  notório  saber  na  área  de  recursos  hídricos,  meio  ambiente  ou  comunicação.  Um representante da Agência presidirá o grupo, mas sem direito a voto. Os critérios de avaliação dos trabalhos levarão em consideração os seguintes aspectos: efetividade, inovação, impactos social  e  ambiental,  potencial  de  difusão,  sustentabilidade  e  adesão  social.  Para  a  categoria Comunicação, o critério de sustentabilidade não será aplicável.

A Comissão Julgadora selecionará três iniciativas finalistas e a vencedora de cada uma das oito categorias.  Os  vencedores  serão  conhecidos  em  solenidade  de  premiação  em  data  e  local  a serem definidos. Para recebimento do Prêmio ANA 2020, o participante deverá comprovar estar regularizado  junto  ao  poder  concedente,  quando  couber,  no  caso  de  regiões  que  tenham  o sistema de regulação dos usos de recursos hídricos esteja implantado.

As inscrições devem ser realizadas totalmente pelo hotsite do Prêmio ANA e não serão aceitos materiais em meio físico, já que a Agência Nacional de Águas adota uma política de papel zero. Cada participante pode inscrever mais de uma iniciativa. Além disso, poderão ser apresentados trabalhos  indicados  por  terceiros,  desde  que  acompanhados  de  declaração  assinada  pelo indicado, concordando com a indicação e com o regulamento da premiação.

O Prêmio ANA
Criado  há  14  anos  pela  Agência  Nacional  de  Águas  para  reconhecer  as  melhores  práticas  e iniciativas voltadas ao cuidado das águas do Brasil, o Prêmio ANA é a mais tradicional premiação do setor de águas do Brasil e já contabilizou mais de 2,2 mil trabalhos inscritos e premiou 40 projetos,   de   todas   as   regiões   do   Brasil,   que   se   destacaram   pela   sua   contribuição   ao desenvolvimento do País. Conheça todos os vencedores e finalistas da premiação no Banco de Projetos.

Cronograma

  • Inscrições: até 31 de julho de 2020;
  • Divulgação dos finalistas: 10 de novembro de 2020; e
  • Anúncio dos vencedores: previsto para o início de dezembro de 2020.

Assessoria de Comunicação Social (ASCOM)
Agência Nacional de Águas (ANA)
(61) 2109-5495/5129/5103
www.ana.gov.br | Facebook | Instagram | LinkedIn | Twitter | YouTube

————————————————
Semear Internacional lança concurso de jornalismo.

Ao todo, serão R$ 80 mil em prêmios para reportagens veiculadas em rádio, TV, impresso e internet até 30 de junho de 2020 sobre boas práticas rurais desenvolvidas pelo projeto

Salvador, 13 de janeiro de 2020. O Programa Semear Internacional lança em 2020 a primeira edição do Prêmio Semear Internacional de Jornalismo, que vai escolher as melhores reportagens sobre boas práticas rurais desenvolvidas pelos projetos apoiados pelo Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA) no Brasil, nos nove estados nordestinos, além de Minas Gerais e Espírito Santo. O objetivo é dar mais visibilidade a essas ações e os impactos positivos que elas causam na vida de agricultores e agricultoras familiares, tanto do semiárido nordestino como de todo o Brasil.

O concurso é voltado para profissionais de imprensa e as reportagens precisam ter sido veiculadas em canais da mídia local e/ou nacional – sejam eles públicos ou privados. São quatro categorias: impresso, que premiará matérias e artigos publicados em jornais e revistas; televisão, que selecionará produções exibidas em canais – abertos ou fechados – de TV; rádio, que escolherá conteúdo transmitido em estações AM ou FM; e internet, que destacará textos postados na mídia on-line e de perfil jornalístico.

Poderão concorrer as reportagens veiculadas entre os dias 15 de janeiro de 2020 e 30 de junho de 2020, que abordem temas como: técnicas de beneficiamento de produtos, comercialização de produtos da agricultura familiar, mudanças e impactos positivos nas comunidades atendidas pelos projetos financiados pelo FIDA, protagonismo de jovens rurais, ações focadas em gênero e empoderamento feminino na zona rural, além de trabalhos voltados a quilombolas e indígenas.

A comissão julgadora – formada por dois integrantes do Semear Internacional e três convidados – escolherá dois trabalhos de cada categoria. O primeiro lugar de cada categoria recebe, além do troféu e do certificado, um prêmio no valor de R$ 12.500,00. Já o segundo lugar recebe, cada um, a quantia de R$ 5.000,00. Em caso de empate, o prêmio será divido igualmente entre os concorrentes que empataram.

As inscrições serão abertas no dia 1º de abril e vão até 15 de julho de 2020. Para participar, é preciso preencher um formulário e enviá-lo, junto com a reportagem, pelos

Correios à Coordenação do Programa Semear Internacional, no endereço: Rua da Graça 164, Graça, Salvador, Bahia, CEP 40150-055, seguindo as orientações de postagem descritas no edital.

Só serão aceitas inscrições recebidas até o dia 15 de julho de 2020. Então, é importante o candidato se programar para enviar o material com antecedência.

Cada participante poderá inscrever até três reportagens em cada categoria. O resultado do Prêmio de Jornalismo será informado aos vencedores por e-mail e divulgado nos canais de comunicação do Semear Internacional.

Baixe aqui o Edital: edital_premio jornalismo PSI Acesse aqui o formulário de Inscrição: PRÊMIO SEMEAR INTERNACIONAL DE JORNALISMO_formulário inscrição

Acesse aqui para saber mais sobre os projetos : Projetos FIDA no Brasil

Sobre o Semear Internacional

O Semear Internacional é um programa do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e implementado pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA).

Seu objetivo é promover a gestão do conhecimento em zonas semiáridas do Nordeste do Brasil, facilitando o acesso a saberes, inovações e boas práticas que possam ser adotados e replicados pela população rural para melhorar suas condições de vida e promover o desenvolvimento sustentável e equitativo da região.

Sobre o FIDA

O FIDA é uma instituição financeira internacional e uma agência especializada das Nações Unidas com sede em Roma. Investe na população rural, empoderando-a para reduzir a pobreza, aumentar a segurança alimentar, melhorar a nutrição e fortalecer a resiliência. No Brasil desde 1980, as operações financiadas pelo FIDA no Brasil incluem seis projetos que beneficiam mais de 250 mil famílias.

————————————————

Instituto Brasil África lança concurso para premiar melhores reportagens sobre África

O IBRAF vai premiar os melhores trabalhos que apresentem uma perspectiva contemporânea da África, explorando o desenvolvimento, os desafios, as oportunidades e as soluções, de preferência com a participação de pessoas e organizações brasileiras dentro do âmbito da Cooperação Sul-Sul e da Cooperação Triangular.

O concurso premiará reportagens veiculadas entre os dias 1° janeiro de 2019 e 30 de junho de 2020 e está dividido em quatro categorias: Jornalismo Impresso, para reportagens publicadas em jornal ou revista; TV, para reportagens veiculadas em emissoras de televisão ou em canais jornalísticos de plataformas digitais, como o YouTube; Rádio: para reportagens publicadas em emissoras de rádio ou podcasts; e Web, para reportagens publicadas em sites, portais ou blogs.

Aberto para jornalistas de todos os Estados brasileiros  registrados no Sistema de Informatizado do Registro Profissional da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, os vencedores são anunciados no dia 2 de outubro de 2020. A premiação será de 5 mil reais para cada uma das categorias.

As inscrições devem ser realizadas através do preenchimento do formulário eletrônico disponível no site do IBRAF. Cada autor pode concorrer com até três trabalhos, desde que sejam em categorias diferentes.

Os trabalhos serão avaliados por uma comissão julgadora externa quanto a sua qualidade técnica de forma e conteúdo, abordagem, fontes, relevância, contextualização, propostas de solução, originalidade e criatividade.

Para mais informações acesso o site (www.ibraf.org/premio)

Serviço
I Prêmio IBRAF de Jornalismo
Inscrições: 01/02 a 30/06
Premiação: 2 de outubro
Site e edital: www.ibraf.org/premio

————————————————

Inscrições para o 1º Prêmio ABEVD de Jornalismo em Vendas Diretas já estão abertas

Premiação visa reconhecer trabalhos produzidos por profissionais da imprensa nacional sobre o segmento

Com o objetivo reconhecer trabalhos produzidos por profissionais da imprensa nacional sobre o setor de vendas diretas, a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) lança o 1° Prêmio ABEVD de Jornalismo. Com premiação de R$ 5.000,00 para a melhor reportagem sobre o segmento, as inscrições iniciaram no dia 2 de dezembro e seguirão abertas até 27 de março, no link.

Podem ser inscritos trabalhos jornalísticos publicados no período de 31 de janeiro de 2019 a 29 de fevereiro de 2020 em veículos sediados em todo Brasil, de periodicidade igual ou inferior a trimestral. Serão aceitos trabalhos feitos para rádio, impresso, televisão, internet e multimídia. Cada participante poderá inscrever até 5 (cinco) reportagens.

Para fazer parte da premiação, as matérias precisam seguir os parâmetros mínimos de 1,5 minuto para produção de áudio ou vídeo e de 1.200 caracteres para reportagens veiculadas em mídias impressas e online. As produções podem ser sobre os mais variados temas relacionados ao setor, desde reportagens explicativas da atividade até cases de sucesso de empreendedores ou empresas, histórias de superação, entre outras. (Clique aqui para acessar o edital da premiação)

O anúncio do ganhador será feito no 3º Congresso Nacional de Vendas Diretas, o maior evento do setor no País, que acontecerá no dia 28 de abril de 2020, em São Paulo.

A avaliação será realizada seguindo os critérios de originalidade, relevância social, utilização de fontes, apuração, qualidade editorial e técnica. “É uma chance de prestigiar os profissionais que se dedicam à cobertura do setor de vendas diretas, que é tão importante para a Economia Nacional”, declarou Adriana Colloca, presidente executiva da ABEVD.

De acordo com a Associação, hoje o setor movimenta cerca de R﹩ 45 bilhões por ano, com aproximadamente 4 milhões de empreendedores independentes – profissionais que trabalham revendendo produtos de marcas consolidadas, também chamados de “revendedores” e “consultores” – em todo o Brasil.

A ABEVD
A Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) é uma entidade sem fins lucrativos, criada, em 1980, para promover e desenvolver a venda direta no Brasil, bem como representar e apoiar empresas que comercializam produtos e serviços diretamente aos consumidores finais.
A ABEVD é membro da World Federation of Direct Selling Associations (WFDSA), organização que congrega as associações internacionais de vendas diretas existentes no mundo. Por isso, segue os códigos de ética implantados por suas filiadas, que representam mais de 70 países.

Assessoria de Comunicação da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD)
Assessores: Alexandre Lacerda, Jennefer Andrade e Rosangela Oliveira
Tel.: (11) 3116-0020 / (11) 95359-3008

————————————————
Últimos dias: Prêmio Alltech de Jornalismo recebe inscrições até 18/06

Jornalistas podem se inscrever em duas categorias: Agricultura e Criação e Nutrição Animal. Vencedores acompanharão o ONE: Simpósio de Ideias Alltech nos Estados Unidos em maio de 2021

As inscrições para o Prêmio Alltech de Jornalismo 2020 chegam a sua reta final. Jornalistas de todo o Brasil têm até o dia 18 de junho para participarem da 5ª edição da premiação, dividida neste ano em duas categorias: Agricultura e Criação e Nutrição Animal. As reportagens devem abordar temas como inovação, tecnologia e desenvolvimento sustentável na produção agropecuária e alimentar. Os vencedores de cada categoria participarão do ONE21: Simpósio de Ideias Alltech, evento que acontece entre 23 a 25 maio do ano que vem, em Lexington, Kentucky (EUA). As despesas com viagem e hospedagem serão custeadas pela organização do concurso.

A premiação tem por objetivo estimular e valorizar a produção jornalística nacional sobre temas relacionados ao agronegócio. Os profissionais interessados em concorrer devem encaminhar seu trabalhos via formulário de inscrição, disponível no site da premiação (https://go.alltech.com/br/premiojornalismo2020). Cada jornalista pode inscrever até cinco trabalhos publicados em veículos brasileiros entre 26 de março de 2019 e 18 de junho de 2020, independente da mídia (televisão, rádio, revistas, impresso ou online). Não há limitação de inscrições por empresa representada.

Os finalistas de cada categoria serão divulgados no dia 13 de agosto, no site do Prêmio, e os vencedores serão anunciados ao público entre os dias 23 e 25 de maio de 2021, durante o ONE: Simpósio de Ideias Alltech. O prêmio é promovido pela Alltech, empresa líder em saúde e nutrição animal e vegetal, e conta com o apoio institucional da Associação Brasileira de Imprensa (ABI). O concurso é uma promoção autorizada pelo SCPC – Sistema de Controle de Promoção Comercial – na forma da legislação em vigor.

SERVIÇO

Prêmio Alltech de Jornalismo 2020

Informações e Inscrições: até 18 de junho de 2020, no site https://go.alltech.com/br/premiojornalismo2020

————————————————

Prêmio Pé Vermelho de Reportagem

Já estão abertas as inscrições para o 1º Prêmio Pé Vermelho de Reportagem. Esta é uma ação idealizada e organizada pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná (Sindijor Norte PR). Tem como objetivo resgatar a reportagem como essência do jornalismo, valorizando a informação em profundidade e incentivando a prática da reportagem nas escolas de Jornalismo. O Prêmio é voltado a estudantes de Jornalismo de faculdades e universidades do Paraná, incluindo recém-formados, com trabalhos produzidos entre janeiro e dezembro de 2019.

É dividido em quatro categorias: Reportagem para Jornal Impresso, Reportagem para Televisão, Reportagem para Rádio e Reportagem para Internet. As inscrições podem ser feitas por meio do endereço eletrônico: www.jornalistasnortepr.org.br/pevermelho. Os três primeiros colocados de cada categoria recebem troféu e certificado. Orientadores (professor ou professores) recebem certificados pela contribuição. Como forma de estímulo, o estudante que ficar em primeiro lugar em cada categoria também vai receber um prêmio em dinheiro de R$ 250.

“É a primeira vez que o Sindijor Norte PR promove uma premiação desse tipo. Queremos que os estudantes pratiquem jornalismo com responsabilidade e conheçam mais sobre a profissão, se integrando também ao Sindicato, ajudando a fazer a diferença para todo um coletivo”, diz Danilo Marconi, presidente do Sindijor Norte PR.

Ei você, estudante, produziu um trabalho legal em 2019? Inscreva-se no 1º Prêmio Pé Vermelho de Reportagem! O prazo máximo para envio de reportagens é 15 de março.

————————————————

Inscrições para o Prêmio Nacional de Jornalismo Ambiental Chico Mendes estão abertas até o dia   10/2 

O Prêmio Nacional de Jornalismo Ambiental Chico Mendes está com inscrições  abertas até o dia 10 de fevereiro de 2020. Promovido pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro e   lançado  através da Fundação de Arte de Niterói (FAN),   o concurso vai premiar as melhores matérias sobre o tema ambiental, publicadas em jornais, rádios, revistas, TVs e redes sociais, em veículos brasileiros. O regulamento prevê também a participação de universitários. O vencedor em cada categoria receberá um prêmio de R$ 5 mil.

 As inscrições gratuitas deverão feitas via carta registrada, Sedex ou na sede da Fundação de Artes de Niterói, Rua Presidente Pedreira, 98,Ingá, Niterói (RJ), CEP 24210-470. Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone: (21) 2719-9900, ramal 226, de 10 às 17 h, pelo telefone 7222144 ( Sindicato) e pelo email: jornalistasfluminenses@gmail.com ou pelo Site do Sindicato: sindicatojornalistas.org.br

 Uma comissão formada por jornalistas e especialistas em Meio Ambiente escolherá as melhores reportagens.  sobre a importância de se valorizar o trabalho do jornalismo para a causa ambiental.

Para o presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, Mário Sousa,  o Prêmio é uma oportunidade que se abre para os jornalistas colocarem em pauta uma questão tão importante e urgente no País.

O jornalista e escritor Zuenir Ventura, autor do livro “Chico Mendes – Crime e Castigo”, que reúne reportagens escritas por ele a respeito do ambientalismo, disse que  a criação do prêmio é uma bela iniciativa para valorizar uma questão tão importante. “A morte de Chico Mendes não foi em vão”, destacou.

“Esse prêmio ressalta a importância da união de todos para continuar esse legado de preservação do meio ambiente”, afirma Angélica, neta de Chico Mendes,  que nasceu poucos meses após a morte do avô.

————————————————

2º Prêmio Femipa de Jornalismo em Gestão da Saúde

A Federação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Estado do Paraná (Femipa) está com inscrições abertas para o 2º Prêmio Femipa de Jornalismo em Gestão da Saúde, que foi criado para reconhecer a excelência e estimular a cobertura jornalística de qualidade relacionada à gestão da saúde no Estado do Paraná. Serão aceitos trabalhos jornalísticos produzidos por um ou mais profissionais, que tenham sido publicados/veiculados entre 01 de fevereiro de 2019 e 15 de janeiro de 2020.

As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de janeiro. A premiação está prevista para março de 2020, com a divulgação da data no site www.femipa.org.br e por e-mail, aos candidatos devidamente inscritos.

Poderão concorrer ao prêmio matérias jornalísticas relacionadas ao tema “Gestão da Saúde no Paraná: o exemplo de quem vai além”, que envolvam questões como gestão hospitalar; gestão de pessoas; gestão da assistência e segurança do paciente; inovação; tecnologia; políticas públicas de Saúde; compliance; sustentabilidade econômico-financeira; empreendedorismo.

Serão quatro categorias: Impresso (jornais e revistas); Internet (blogs, sites e portais); Rádio; e Televisão. O primeiro lugar de cada categoria receberá como prêmio R$ 3.000,00 + certificado + troféu. Já o segundo será contemplado com um e-READER + certificado. Por fim, o terceiro colocado receberá certificado de participação.

O regulamento pode ser acessado no link a seguir: http://www.femipa.org.br/wp-content/uploads/2019/09/2%C2%BA-premio-de-jornalismo-regulamento.pdf. No arquivo, está descrito que o prazo de inscrições se encerraria no dia 15 de janeiro. Porém, as inscrições foram prorrogadas, com anúncio no site da Federação.

————————————————

Câmara de Itapevi lança curso e prêmio Ricardo Boechat de jornalismo político

Inscrições para a premiação estão abertas até 30 de agosto de 2019

Em reconhecimento ao trabalho jornalístico do âncora da TV Bandeirantes e da rádio Band News FM, Ricardo Boechat, a Câmara Municipal de Itapevi lança o Curso e Prêmio Ricardo Boechat de Jornalismo Político, destinado a estudantes de jornalismo e jornalistas recém-formados a partir de 2015.

A ação, gratuita, está com inscrições abertas para a primeira edição, a partir do dia 19 de junho, no site www.camaraitapevi.sp.gov.r/escola.

O curso e prêmio serão desenvolvidos pela Escola do Parlamento Dr. Osmar de Souza, em parceria, com a Cátedra UNESCO/UMESP de Comunicação para o Desenvolvimento Regional e o grupo de pesquisa “Jornalismo Humanitário e Media Interventions, tendo como objetivo contribuir para o aprimoramento da cobertura da pauta política, alinhado às novas formas de produção e veiculação de conteúdo em plataforma multimídia.

O curso terá 60 vagas destinas a estudantes e recém-formados, além de mais cinco vagas destinadas a jornalistas de outros países refugiados no Brasil, para que eles conheçam o sistema político do país.  Dividido em duas fases, os participantes terão aulas com professores especialistas, mestres e doutores em áreas afins ao jornalismo e política, na primeira fase, durante os meses de setembro a dezembro de 2019.

Na segunda fase, de janeiro a abril de 2020, os participantes terão aulas práticas, em coletivo e ministradas por profissionais de comunicação para elaborar as pautas que concorrerão ao prêmio em 1º de junho de 2020.

As reportagens produzidas pelos coletivos serão premiadas nas seguintes categorias: Pauta, Artigo de Política, Crônica, Editorial de Política, Reportagem, Notícia, Fotojornalismo e Edição.

O Curso e Prêmio Ricardo Boechat de Jornalismo Político foi criado por meio da Resolução 4/2019, de autoria dos vereadores Professor Rafael (Pode), Eduardo Kiko (Pode), Aparecido (Pode), Chambinho (PL) e Thiaguinho (PSL).

Apoios: Associação Brasileira das Escolas do Legislativo e de Cotas (ABEL), Associação Paulista de Escolas do Legislativo e Contas (APEL), Federação Nacional dos Servidores dos Legislativos e dos Tribunais de Contas Municipais (Fenalegis), Senado Federal, RDX Comunicação, Digital 5, União dos Vereadores do Estado de São Paulo (UVESP), Fundação Escola de Sociologia Política do Estado de São Paulo (FESPSP) e Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE).

Serviço
Curso e Prêmio Ricardo Boechat de Jornalismo Político
Vagas: 60 para estudantes de jornalismo e jornalistas recém-formados a partir de 2015 e mais 5 vagas para jornalistas refugiados.
Inscrições: 19 de junho a 30 de agosto de 2019.
Site para inscrição: www.camaraitapevi.sp.gov.br/escola
Curso: 14 de setembro a 14 de dezembro
Aulas práticas: 11 de janeiro de 2020 a 18 de abril.
Premiação: 1º de junho de 2020

————————————————