Presidente da Câmara desmerece e prejudica jornalistas que trabalham na Casa

14

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) recebeu com estranheza a informação de que o presidente recém-eleito da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) pretende retirar o Comitê de Imprensa de suas instalações, ao lado do plenário da Casa.

A estranheza dá-se por vários motivos, das questões históricas ao respeito ao trabalho da imprensa.

Os jornalistas que fazem a cobertura diária da Câmara dos Deputados têm a missão de informar à sociedade brasileira sobre os debates que ocorrem na Casa e das decisões tomadas pelos deputados. Sabiamente, o arquiteto Oscar Niemeyer projetou o Comitê de Imprensa ao lado do plenário, justamente para que os jornalistas tivessem acesso ao principal local de debates e deliberações.

Ao propor a mudança do Comitê de Imprensa para o subsolo do prédio, o presidente – ainda que não tenha tido a intenção – desmerece o trabalho da imprensa, dificultando o acesso dos Jornalistas ao conjunto dos deputados e a si próprio.

A medida, se concretizada, fere a memória da Casa, que, desde sua instalação, abriu espaço e facilitou a atuação dos Jornalistas.

Por isso, a FENAJ pede ao presidente Arthur Lira que reveja a decisão, mantendo o Comitê de Imprensa onde sempre esteve: ao lado do plenário.

Federação Nacional dos Jornalistas.