Repúdio à violência contra as mulheres

574

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Piauí (Sindjor-PI) e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) receberam com imensa tristeza a notícia da morte da estudante de jornalismo Janaína da Silva Bezerra, 22 anos, nas dependências da Universidade Federal do Piauí (UFPI). A jovem teria participado de uma calourada realizada dentro da instituição de ensino.

O Sindjor-PI e a FENAJ lamentam que, infelizmente, mulheres são vítimas, diariamente, de violências, seja nas ruas, em transporte público, no ambiente de trabalho, em instituições publicas e privadas de ensino, em hospitais, e até mesmo em suas casas. Ou seja, não há um único espaço que possa indicar perigo. O que deve ser combatido é toda e qualquer forma e tipo de violência contra as mulheres, com a devida punição ao(s) culpado (s).

Inclusive, enquanto profissionais do jornalismo, devemos nos atentar com a forma de midiatizar as informações, sem violentar mais ainda a vítima, a família e a todos, que de alguma forma, são atingidos ou atingidas.

O Sindjor-PI e a FENAJ se solidarizam com a família e manifestam seu apoio aos pais e aos amigos da jovem, neste momento de grande dor. Ao tempo, também cobram das autoridades de Segurança Pública apuração do crime e que a Justiça seja rigorosa no julgamento e condenação dos culpados (a) e que acompanharão cada passo das investigações do caso.

Teresina, 29 de janeiro de 2023

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Piauí

Federação Nacional dos Jornalistas