SindjorPB e FENAJ repudiam ataques contra jornalistas por apoiadores de Bolsonaro

15

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba  e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) repudia veementemente os ataques proferidos contra jornalistas por ocasião da visita da primeira-dama do Brasil, Michele Bolsonaro, na sexta-feira (13/08). Exercendo seu trabalho, duas jornalistas foram ofendidas e xingadas por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro que por pouco não partiram para a agressão física.

Prestamos nossa solidariedade às companheiras da imprensa paraibana Iracema Almeida (Jornal A União) e Sandra Macêdo (Rádio 98 FM) pelo lamentável, gratuito e covarde gesto de desrespeito praticado contra duas valorosas profissionais que assim como os demais não se deixarão intimidar pelo destempero dos desinformados.

A atitude dos simpatizantes do presidente reflete diretamente o desrespeito e os ataques repetidamente feitos por Jair Bolsonaro contra a imprensa.

É com grosseria, machismo e na tentativa de intimidação que Jair Bolsonaro se comporta cotidianamente, estimulando com isso a repetição de seu ódio contra os jornalistas, responsáveis por divulgar as informações que contradizem suas fake news.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba vai defender sempre a liberdade de expressão e o direito dos jornalistas se expressarem por acreditar no papel indispensável da imprensa para garantir a nossa democracia. Neste sentido, o sindicato vai procurar a identificação do grupo para a consequente punição dos agressores das jornalistas. Também destacamos a importância de que cada um dos veículos de imprensa onde as profissionais atuam manifestem seu repúdio ao episódio.

A DIRETORIA