SindjoRS e FENAJ repudiam agressão à deputada estadual Laura Sito

211

O Sindicato de Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SindJoRS) e a Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ) vêm a público repudiar veementemente a ação violenta e truculenta da Guarda Municipal de Porto Alegre que resultou na agressão da deputada estadual Laura Sito, que é jornalista e que estava, em razão de seu mandato, presente no local acompanhando a mobilização popular por moradia em ocupação na Rua dos Andradas.

É inadmissível que qualquer pessoa e em especial de movimentos sociais que já sofrem pela situação em que se encontram, jornalistas e parlamentares, como no caso da deputada, sejam agredidos sem que sequer seja estabelecido diálogo, como é possível verificar nas imagens da ocasião. Movimentos sociais e profissionais não podem ser criminalizados como vêm ocorrendo principalmente nos últimos anos. É preciso que polícias sejam objeto de respeito e não de medo e temor de preconceito, e isso só vai acontecer se houver uma mudança de orientação que venha desde a sua administração.

A deputada estadual Laura Sito (PT) estava no local e relatou ter sido atingida por balas de borracha. “Estávamos como Comissão de Direitos Humanos acompanhando a ocupação. O secretário da Habitação (do município) André Machado estava no local negociando, quando chegaram as marmitas, que seriam distribuídas. A GCM não deixou entregar, impedindo fisicamente e, quando os apoiadores insistiram, passaram a reprimir com gás e balas de borracha”, relatou a deputada.

A ocupação “Rexistência”, recém instalada na região central da capital gaúcha, foi organizada pelo Movimento Nacional de Luta pela Moradia e estava negociando a sua permanência no local de forma pacífica. Esperamos que o prefeito de Porto Alegre determine a revisão de procedimentos na guarda de sua responsabilidade.

Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ)

Sindicato de Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SindJoRS)

Leia também:
GCM de Porto Alegre ataca apoiadores de ocupação e atinge deputada do PT
https://www.brasildefato.com.br/2023/09/16/gcm-de-porto-alegre-ataca-apoiadores-de-ocupacao-e-atinge-deputada