Unesco realiza pesquisa sobre a segurança e proteção dos jornalistas ambientais

59
UNESCO/Sudipta Chakraborty

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), em parceria com a Federação Internacional de Jornalistas (FIJ), elaborou uma pesquisa sobre a segurança e proteção dos jornalistas ambientais.

A pesquisa faz parte de um estudo sobre a segurança de jornalistas ambientais comissionado pela UNESCO com o objetivo de:

Auxiliar no mapeamento da amplitude do problema internacionalmente; ajudar a compreender os vetores, modos e características de suas diversas manifestações ao redor do mundo;

Observar os fatores interseccionais (por exemplo, raça, etnia, orientação sexual, identidade de gênero, religião) e seus impactos;

Avaliar a eficácia das tentativas existentes de abordar a crise;

E informar uma pesquisa mais ampla da UNESCO sobre a segurança de jornalistas ambientais, e considerar quaisquer recomendações que serão compartilhadas com os Estados-membros da UNESCO, organizações da sociedade civil e outras partes interessadas relevantes para permitir tentativas mais eficazes para enfrentar o problema.

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) convida a categoria a responder a esta importante pesquisa, que está disponível em sete idiomas (português, inglês, francês, espanhol, chinês, russo e árabe). Gostaríamos também de encorajá-lo(a) a compartilhar com seus colegas. A pesquisa será encerrada no final de março.

Acesse a pesquisa aqui