Liberdade para Julian Assange e os outros 234 jornalistas que estão presos

33

Nesta segunda-feira, 4 de janeiro, às 10 horas em Londres, a juíza Vanessa Baraitser, do Tribunal de Old Bailey, entregará a decisão do tribunal sobre extraditar ou não para os Estados Unidos Julian Assange, fundador e editor-chefe do Wikileaks.

A Federação Internacional de Jornalistas (FIJ), organização mundial que representa 600 mil jornalistas em 150 países, e suas entidades filiadas, entre elas a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), pedem que todas as acusações contra Julian Assange sejam retiradas imediatamente.

A FIJ e suas afiliadas exigem a libertação dos outros 234 jornalistas presos por terem cumprido seu dever de informar.

JORNALISMO NÃO É UM CRIME!