Sindicato dos Jornalistas da Paraíba realiza live em homenagem a jornalistas vítimas da Covid-19

11

A pandemia do novo coronavírus causou mais de 9.500 mortes na Paraíba. Entre as vidas que se foram por causa da Covid-19 estão as de vários jornalistas que serão lembrados e homenageados em uma live promovida pelo Sindicato dos Jornalistas da Paraíba nesta terça-feira, 23/11, às 20h. O evento poderá ser acompanhado através dos perfis do Sindjor-PB no Instagram e Facebook e terá a participação de familiares dos jornalistas mortos durante a pandemia. Durante o evento, vídeos e fotos dos profissionais que partiram serão exibidos, além de depoimentos dos familiares e amigos.

O presidente do Sindjor-PB, jornalista Land Seixas, disse que a homenagem será uma forma singela do Sindicato reverenciar os jornalistas que partiram de forma repentina. “Foi um período muito difícil e de muita dor para a as famílias, principalmente, mas também para os colegas e amigos de trabalho e profissão. Esta live vai externar nosso sentimento de saudade, mas também de reconhecimento à trajetória de tantos companheiros valorosos que nos deixaram sem que fosse possível sequer ter uma despedida apropriada, já que o coronavírus alterou até mesmo os ritos fúnebres”, comentou Land.

Dados revelados pela Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) apontam o Brasil como um dos 10 países com o maior índice de jornalistas vitimados pela Covid-19 no mundo. O dossiê, que apresenta dados por estado, indicou a Paraíba na 6ª colocação entre os profissionais vitimados pela pandemia, atrás dos estados de São Paulo, Amazonas, Pará, Rio de Janeiro e Paraná.

O jornalista e coordenador de Comunicação da UEPB, Hipólito Lucena, organizará a logística que permitirá a realização da live, enquanto o jornalista Júlio César, designer da CODECOM, e que também é diretor do Sindicato, será o responsável pela parte gráfica da iniciativa. O evento on-line será apresentado pela jornalista Cláudia Carvalho.