Morre Vilmar Berna, um jornalista e ambientalista notável

6
Legenda da foto: O prefeito Axel Grael entrega homenagem a Vilmar Berna, durante o lançamento do Prêmio Nacional de Jornalismo Ambiental.

O Brasil perdeu, na sexta-feira, 2 de abril, o jornalista Vilmar Berna, um dos mais atuantes no Jornalismo Ambiental. Berna foi vítima de infarto, aos 65 anos de idade. O Sindicato dos Jornalistas no Estado do Rio de Janeiro, do qual ele foi diretor, divulgou nota de pesar.

Vilmar Berna participou de vários movimentos em defesa da vida, da sustentabilidade e do patrimônio ambiental em Niterói e no mundo.  Era um profundo conhecedor dos problemas ambientais e procurou fazer Jornalismo para combater o modelo de desenvolvimento que é predatório das riquezas naturais.

Foi o fundador e diretor da Rebia, revista e jornal, nos quais compartilhava matérias, críticas e denúncias, com a colaboração de vários colegas ambientalistas.

Berna foi  diretor do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro em duas gestões, e membro da Comissão de Ética do Sindicato, sempre pautando o meio ambiente como uma prioridade. Inspirado em suas ideias, e com sua ativa participação, o Sindicato lançou e está realizando, o Prêmio Nacional de Jornalismo Ambiental, com apoio da Prefeitura de Niterói.

Ele participou do movimento de despoluição da Baía da Guanabara e por sua trajetória nacional e internacional, sua luta, militância e dedicação à questão ambiental recebeu o Prêmio Global 500.