Nota de repúdio à decisão judicial no caso Romano dos Anjos

46

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Roraima (Sinjoper) e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) repudiam veementemente a decisão do Tribunal de Justiça do Estado de Roraima, proferida por meio de sentença assinada pela juíza Daniela Schiriato, em arquivar o processo de organização criminosa e obstrução de justiça dos réus no caso Romano dos Anjos, bem como a revogação das medidas cautelares e remoção das tornozeleiras eletrônicas dos investigados, no último dia 09 de novembro. O Sinjoper e a FENAJ esperam que a justiça seja feita e que atos de agressão e desrespeitos ao exercício da atividade profissional dos jornalistas e ataques à liberdade de expressão e de imprensa, como o caso do jornalista Romano dos Anjos não fiquem impunes.

Qualquer tentativa de impedir o trabalho dos jornalistas é um ataque ao direito da sociedade de acesso às informações de interesse público.

Desde o ocorrido, quando Romano dos Anjos teve sua casa invadida no dia 26 de outubro de 2020, em seguida sequestrado e torturado, o Sinjoper e a FENAJ exigiram das autoridades, o esforço máximo para elucidação do caso e condenação dos culpados.

O Sinjoper e a FENAJ se solidarizam com as vítimas e continuam vigilantes para repudiar e denunciar quaisquer ataques, violência e agressão contra jornalistas no exercício da atividade profissional, bem como preservar a liberdade de expressão e à democracia.

A Diretoria