Sindicato assina convenções dos jornalistas de Rádio e TV em Minas Gerais

1042

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais assinou, na semana anterior, as Convenções Coletivas de Trabalho – CCT 2017/2018 dos jornalistas que trabalham em emissoras de televisão e rádio da capital e do interior. O reajuste é de 4,57%, Joe Montana – Notre Dame Fighting Irish que corresponde ao INPC acumulado da data-base, Nike Air Max Baratas 1º de abril.

A proposta foi aprovada em assembleias realizadas no Sindicato, Nike Air Max Norge Nettbutikk Sko na segunda-feira, 12, Asics Baratas e nas redações. air max pas cher O reajuste de 4,57% incide também nas demais cláusulas econômicas. E para os jornalistas da Belo Horizonte – MG, a CCT inclui também abono de R$ 2 mil.

Para os jornalistas do interior, asics gel nimbus 15 prezzo a grande conquista é a inclusão do piso salarial: R$ 1.600 para emissoras de televisão comerciais e R$ 1.400 para emissoras de rádio comercial e emissoras de rádio e televisão educativas. asics gel lyte 3 mujer negras Jornalistas de emissoras de televisão educativas terão piso de R$ 1.500, C.J. Wilson Baseball Jersey a partir de 1º de abril de 2018.

Esses salários valem para a jornada diária de cinco horas.

A assinatura das convenções garante que o pagamento seja feito já na próxima folha salarial, Marcus Mariota – Oregon Ducks Jerseys incluindo o abono e o reajuste retroativo de abril e maio, Nike Air Max 2017 Dames zwart que poderão ser pagos em no máximo duas parcelas,