Sindicato dos Jornalistas debate caso Intercept e relevância do jornalismo no Brasil de hoje

73

Evento acontece na próxima quinta-feira, dia 11, às 19h30 na sede do sindicato

O Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (SJSP) é e pretende continuar sendo uma trincheira de resistência em defesa do jornalismo exercido com ética e preocupado com o interesse público. Por isso, promove, em sua sede, o debate “Intercept e Lava Jato: a relevância do jornalismo no Brasil atual”, na próxima quinta-feira, 11, às 19h30.

O Brasil tem passado por momentos de constantes ataques à democracia, à liberdade de expressão e ao exercício do jornalismo profissional, sendo cada dia mais urgente debater o jornalismo e seu papel em relação à democracia. A atividade jornalística é um instrumento democrático e possibilita que a população tenha acesso a informações de interesse público e seja capaz de compreender fatos e tomar posições conscientes.

No atual cenário brasileiro, é preciso defender a liberdade de imprensa e proteger os profissionais do jornalismo, cujo trabalho enfrenta com frequência tentativas de intimidação e cerceamento.

O debate contará com a participação de Maria José Braga, presidente da FENAJ; Mônica Bergamo, jornalista da Folha de S. Paulo; e Ricardo Carvalho, representante de São Paulo na diretoria eleita da Associação Brasileira de Imprensa (ABI).

Serviço

Intercept e Lava Jato: a relevância do jornalismo no Brasil atual

11 de julho de 2019 – 19h30

Sede do Sindicato dos Jornalistas de SP

Rua Rego Freitas, 530 – Sobreloja