Sindjor/PB repudia ofensas à imprensa paraibana proferidas por policial civil

96

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba (SINDJOR/PB) repudia através desta nota, o comentário desequilibrado e inconsequente do Agente de Investigação da Polícia Civil, Sr. Eudes P. de Carvalho Neto, que de forma antiética e fora dos padrões da corporação da PC/PB, coloca em xeque mate uma instituição que trabalha incansavelmente para proteger os cidadãos e cidadãs da sociedade paraibana.

Em seu texto pela internet, Eudes utilizou ofensas à imprensa paraibana com xingamentos e palavras impróprias que desclassificam a imprensa paraibana, como “palhaços que se dizem jornalistas; atitude desprezível, rasteira e covarde; mau-caratismo; narrativa mentirosa; filhos da puta e vocês são vermes e lixo da pior espécie”.

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba (SINDJOR/PB) vão avaliar os danos morais sofridos pela classe, com o objetivo de adotar uma medida jurídica que coloque esse agente em seu devido lugar.

João Pessoa/PB, 04 de outubro de 2020.

AS DIRETORIAS