Nota oficial da FENAJ e do SJPMRJ sobre o caso Caio Barbosa...

Nota oficial da FENAJ e do SJPMRJ sobre o caso Caio Barbosa – jornal O Dia

266

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro (SJMRJ) e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) repudiam veementemente e cobram explicações ao jornal O DIA pela demissão do repórter Caio Barbosa. A denúncia, que suscitou protestos generalizados nas mídias sociais, chegou ao Sindicato por meio de colegas preocupados em prestar solidariedade aos jornalistas que sofrem perseguição ou agressão em consequência de sua atividade profissional, conforme determina o Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros.

O desligamento teria ocorrido depois que o jornal (versão online) publicou, na última quinta-feira (16), reportagem sobre o mau atendimento e a falta de informações em alguns postos de saúde do município do Rio de Janeiro em função da vacinação contra a febre amarela.

De acordo com informações que chegaram ao Sindicato, a matéria desagradou ao prefeito Marcello Crivella, que acionou seus assessores e estes pediram que a reportagem fosse tirada do ar, além de exigirem a publicação de um desmentido.
No dia seguinte, para surpresa geral, Caio foi demitido após um suposto telefonema do prefeito ao dono do jornal O DIA (o prefeito nega). A matéria original foi retirada do ar e uma nova versão foi publicada.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro e a Federação Nacional dos Jornalistas são contra a censura, a intimidação e o assédio moral – venham de onde vierem – e não irão tolerar esse tipo de postura em relação aos profissionais de imprensa. O Sindicato irá apurar o caso e, se confirmado, junto com a FENAJ, cobrará do jornal uma posição oficial a respeito desse ataque à democracia e à liberdade de imprensa e a publicação da matéria original que foi retirada do site.

Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ
Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro – SJPMRJ