Celebrar e lutar pela igualdade plena

332

arte_mulher_intEu sou aquela mulher
a quem o tempo
muito ensinou.
Ensinou a amar a vida.
Não desistir da luta…

Aprendi que mais vale lutar… (Cora Coralina em “O tempo muito ensinou”) 
Neste 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a FENAJ reverencia todas as mulheres do mundo e do Brasil, não apenas pelo enfrentamento das questões de gênero como das demais lutas por uma sociedade igualitária, justa e fraterna. Porque em todas a participação feminina se mostra sempre mais e mais essencial, pela consciência de que um novo mundo depende tanto das mulheres quanto dos homens.A FENAJ, para marcar esta data, também faz uma saudação muito especial às jornalistas, ressaltando seu papel fundamental na construção do Jornalismo e da profissão. As mulheres estão cada vez mais presentes no cotidiano do Jornalismo, seja no exercício profissional seja nas nossas lutas sindicais, inclusive assumindo diretorias dos Sindicatos e da própria Federação.No campo do Jornalismo, a FENAJ e seus 31 Sindicatos de Jornalistas filiados no país já contam avanços e várias conquistas em defesa dos direitos femininos. Mas igualmente sabem que há muito ainda por trabalhar e conquistar contra o preconceito, a discriminação, a exploração. E mais: nós, mulheres e homens, lado a lado, precisamos continuar a enfrentar os numerosos e grandes problemas que atingem a todos os trabalhadores.Por isso, ao mesmo tempo em que festejam vitórias das e para as mulheres, a Federação e os Sindicatos de Jornalistas brasileiros se comprometem e convocam a intensificar a organização da luta pela igualdade plena entre os gêneros e de todas as outras que buscam a valorização profissional, melhores condições de trabalho e de vida para as mulheres e homens jornalistas. Neste 8 de março agradecemos, celebramos e convocamos em especial as mulheres jornalistas, mas também a todas e todos que querem uma sociedade democrática, ética e voltada para a justiça social: firmes na luta! Brasília, 8 de março de 2012.

Diretoria da FENAJ