Congressos estaduais de jornalistas em São Paulo e no Ceará deliberam em defesa da categoria e pela democracia

270

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo – SJSP e o Sindicato dos Jornalistas no Ceará – Sindjorce realizaram, respectivamente, o 15º Congresso Estadual dos Jornalistas, que aconteceu em São Paulo – SP, de 4 e 6 de agosto, e o I Congresso Estadual Extraordinário dos Jornalistas do Ceará/III Encontro Estadual de Jornalistas em Assessoria de Imprensa (EEJAI), que ocorreu em Fortaleza – CE, de 11 a 13.

Os eventos discutiram a realidade da profissão de jornalista na atual conjuntura de retirada de direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, além do corrente cenário de retrocesso na democracia brasileira. Under Armour Shoes No Congresso de São Paulo, que teve o tema “Os jornalistas e seus direitos em tempos de golpe”, foi elaborado um documento de conclusão do encontro reafirmando o posicionamento do SJSP quanto ao golpe em curso no país.

No documento, denominado Carta de São Paulo, foi considerado que “já são patentes as desastrosas consequências do golpe para a grande maioria do povo trabalhador brasileiro. Nike Air Max 90 Heren O conluio entre o governo ilegítimo e o Congresso Nacional de maioria golpista já produziu a PEC do Teto, que congela os investimentos nos programas sociais, a lei que libera a terceirização sem limites e a ‘reforma’ trabalhista, que precariza de maneira inédita as relações de trabalho no Brasil. Jon Lester Jersey Esse retrocesso faz crescer a desigualdade social e joga a economia brasileira em grave recessão”.

E diante dessa realidade, a Carta reafirmou que “para o futuro democrático do Brasil, o papel de um jornalismo livre, forte, atuante e independente é fundamental. College Apparel Isso se expressa sobretudo na defesa do e da jornalista, de sua profissão, de suas condições de trabalho”.

  • Air Yeezy Vendre
  • Com isso, segundo o documento, é fundamental o fortalecimento dos sindicatos e da Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ.

    Já no Ceará, o Congresso deliberou um Plano de Lutas com mais de 90 propostas, com destaque para a intensificação do processo de resistência contra a precarização da categoria e a tomada de medidas para o desenvolvimento de novos espaços de produção do jornalismo, calcadas na perspectiva da democratização da comunicação.

     

    Entre os encaminhamentos estão a defesa do cumprimento da jornada de 30 horas semanais dos jornalistas; a proposta de criação de uma cooperativa estadual de jornalistas, que seria ancorada em um portal de notícias de cunho progressista; a instituição de ações afirmativas em convenções coletivas de trabalho, de forma a preservar direitos de jornalistas negros(as), mulheres, LGBTs, com deficiência e jovens; a luta pela criação de um Protocolo Estadual de Segurança para Jornalistas; a luta pela criação de uma rede de comunicação popular e alternativa, com o campo progressista, sindical, social e comunitário do Estado; e a instituição de campanha de valorização profissional, defendendo o jornalismo e a profissão de jornalista.

    Além disso, durante o Congresso foram aclamados cinco jornalistas como delegados profissionais que vão representar o Ceará na etapa nacional do evento, que acontece de 7 a 9 de dezembro, em Vitória/ES.

  • ADIDAS Crazylight Boost 2016 Low
  • Os delegados cearenses escolhidos são: Washington Feitosa, Polianna Uchoa, Mariana Cunha, Germana McGregor e Nathan Camelo. New Balance 420 męskie Como delegado estudante, foi apontado Marden Fraga, da Unifor.