Entidades dos jornalistas realizam atos contra a censura dia 1º de junho

232

No Dia Nacional da Imprensa, 1º de junho, a FENAJ e os sindicatos de jornalistas lançarão a “Campanha de Defesa da Liberdade de Imprensa no Brasil”. Serão realizadas manifestações em frente às sedes dos Tribunais de Justiça nos estados, denunciando a postura do judiciário, violências e ameaças contra jornalistas e profissionais da comunicação.

“Não queremos a volta do autoritarismo e seus filhos e filhas, como é o caso da censura e da coerção fí­sica e moral”, sentencia o vice-presidente da FENAJ, Fred Ghedini que já confirmou a manifestação em SP. Cartazes da campanha serão distribuí­dos na próxima semana para serem afixados nas redações, assessorias e escolas de jornalismo.

Carmem Silva, da Executiva da Federação, responsável pela comissão de liberdade de imprensa, organiza uma pesquisa para levantar a situação da violência contra jornalistas. A FENAJ e os sindicatos buscarão ampliar o movimento com a participação de instituições, entidades, movimentos e personalidades identificadas com a causa da justiça e da democracia.