FENAJ vê avanços nos debates sobre regulamentação com radialistas

256

Nova reunião entre representantes da FENAJ e Fitert, mediada pela CUT, foi realizada dia 30 de novembro. Os representantes dos jornalistas consideraram que houve avanços e esperam mais evoluções para o problema do conflito de atribuições entre jornalistas e radialistas ainda em dezembro. Nesta semana representantes da CUT reúnem-se com o ministro do Trabalho, Luis Marinho e apresentarão um relatório sobre este debate.

Na reunião da última quinta-feira, os representantes da Fitert pediram mais tempo para elaborar uma resposta à FENAJ sobre a inclusão de seis novas funções na proposta de atualização da regulamentação profissional dos jornalistas. A próxima reunião entre representantes das entidades deverá ocorrer dia 12 ou 19 de dezembro. Entre as funções que geram maiores problemas entre jornalistas e radialistas estão as de locutor-entrevistador (repórter), produtor executivo (produtor jornalístico), operador de câmara portátil externa (repórter cinematográfico) e locutor comentarista esportivo (comentarista).

Ficou estabelecida a disposição das entidades em dar impulso à discussão da formação do ramo de comunicação. Elas devem formatar uma proposta de seminário a ser realizado no primeiro semestre do próximo ano, com a chancela da CUT, para discutir o impacto da digitalização das transmissões de rádio e TV na organização das categorias do setor.

Nesta quarta-feira, dia 06, quando ocorre a Marcha do Salário Mínimo em Brasília, a Executiva do CUT tem encontro com ministro Luis Marinho e vai informar que a discussão em torno da nova regulamentação dos jornalistas vem avançando e que em breve deve entregar a proposta ao Ministério.