LIBERDADE JORNALÍSTICA NA ERA PÓS-POLÍTICA: UMA QUESTÃO PARA A DOGMÁTICA?

166

Veruska Sayonara de Góis

RESUMO
O estudo localiza-se no campo da teoria constitucional, tratando do direito à liberdade de informação por parte dos jornalistas. Tal direito é expresso na Constituição Federal, desdobrando-se em ‘direito de se informar, direito de ser informado e direito de informar’. Questiona-se a liberdade interna do jornalista em seu exercício profissional, a partir da teoria dos direitos fundamentais implícitos e das liberdades políticas, em um tempo de aparente corrosão da democracia e da política. Através de pesquisa bibliográfica, conclui-se pela nota de fundamentalidade no direito à liberdade interna do jornalista, que, integrada à liberdade externa, conforma o direito de informar; o que não garante sua efetividade.

Clique aqui para download do artigo