Nota de Solidariedade ao jornalista Cadu Amaral

90

O Sindicato dos Jornalistas de Alagoas se solidariza e sai em defesa do jornalista Cadu Amaral, filiado a nossa entidade, que foi injustamente processado pelo prefeito de Maceió, João Henrique Caldas – JHC, após publicar um vídeo sobre o investimento com dinheiro do município no desfile da Escola de Samba Beija-Flor no Rio de Janeiro. A liberdade de expressão é um direito constitucional e seguimos ao lado dela.

Além de Cadu Amaral, nesta sexta-feira veio a público que dois historiadores também estão sendo alvo de processos semelhantes movidos pelo prefeito. Isso claramente se desenha como “lawfare“, que é uma prática de utilizar o sistema jurídico como arma para perseguir e destruir opiniões contrárias via ações judiciais, com intimidações, censura e indenizações.

O Sindjornal combate o “lawfare” por entender que é uma tentativa perigosa de calar o jornalismo, a liberdade de expressão e a opinião pública, práticas tão necessárias para o pleno exercício da cidadania e da democracia. Estamos ao lado do nosso filiado, ao mesmo tempo, em que também nos solidarizamos com os historiadores Geraldo Magela e Gustavo Pessoa, alvos dos processos.

SINDICATO DOS JORNALISTAS DE ALAGOAS