NOTA SJPMRJ

459

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro lamenta a atitude do prefeito Marcelo Crivella, ao afastar o microfone da repórter da Rede Globo de Televisão, durante entrevista coletiva hoje à tarde, dia 11 de abril, no pátio interno do Palácio da Cidade, em Botafogo.

O prefeito irritou-se após ser questionado sobre as ações preventivas do poder municipal para atenuar os danos, causados pelo temporal que atingiu a cidade na segunda-feira e terça-feira, ocasionando a morte de 10 pessoas e dezenas de desalojados em vários bairros da cidade.

Cabe a toda e qualquer autoridade atender aos questionamentos da imprensa, que visa esclarecer à população sobre as medidas do poder público. Eventuais atitudes que cerceiem o trabalho das equipes de reportagem comprometem o direito de a população avaliar o trabalho da administração municipal, tanto no que diz respeito aos aspectos positivos, quanto aos negativos.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro se solidariza com todos os profissionais de imprensa presentes à entrevista coletiva, que se viram prejudicados com a suspensão repentina da prestação de contas à população carioca, por parte do prefeito Marcelo Crivella.