O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará (Sindjorce) e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) vêm a público repudiar as agressões

543

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará (Sindjorce) e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) vêm a público repudiar as agressões cometidas por partidários e eleitores do candidato eleito Jair Bolsonaro a repórteres do O Povo e da TV Verdes Mares durante a cobertura da comemoração pela vitória do deputado do PSL, em Fortaleza, na noite deste domingo.

Como haviam alertado as entidades, Jair Bolsonaro e seus correligionários não têm apreço sequer à democracia, muito menos às instituições democráticas, incluindo a imprensa. Lamentavelmente, duas jornalistas foram ameaçadas e agredidas no momento de seu exercício profissional dentro do espaço organizado pelo PSL.

O Sindjorce e a FENAJ exigem apuração e punição dos agressores. A violência contra os jornalistas é um atentado à democracia. Não nos calaremos!