Saúde mental de profissionais de mídia é tema de novo curso do Knight Center

467

Em colaboração com o The Self-Investigation, projeto especializado em programas de treinamento em saúde mental para jornalistas, o Knight Center oferece um novo curso para ajudar profissionais de mídia a lidarem com o stress da profissão.

“Jornalistas e saúde mental: como cuidar de nós mesmos e promover uma profissão saudável” será ministrado de 24 de outubro a 20 de novembro de 2022.

Um curso semelhante foi realizado em inglês entre junho e julho de 2022 e atraiu mais de 1,2 mil alunos. Desta vez o treinamento será em espanhol e português e pode ser realizado por freelancers e profissionais que trabalhem em redações, incluindo os que ocupam cargos de liderança.

O programa é gratuito, online e assíncrono, podendo ser acompanhado pelos participantes no horário mais conveniente, pois as aulas ficam disponíveis na plataforma de cursos do Knight Center.

“Como jornalista veterano com mais de 50 anos de experiência profissional, fico feliz em ver que as novas gerações de profissionais da mídia têm oportunidades como essa de aprender sobre saúde mental e bem-estar em nossa profissão”, disse o professor Rosental Alves, fundador e diretor do Centro Knight.

“Gostaria que minha geração tivesse tido esse tipo de oportunidade e se conscientizasse da importância de abordar problemas de saúde mental e bem-estar que são comuns nas redações”.

“Por muito tempo, a indústria do jornalismo abraçou e até glorificou uma cultura ‘sempre conectada’, e a pandemia simplesmente acelerou e amplificou os efeitos dessa cultura no bem-estar dos jornalistas”, disse Mar Cabra, jornalista, especialista em bem-estar digital e cofundadora de The Self-Investigation, uma das instrutoras do curso.

“E estamos vendo suas consequências prejudiciais para os jornalistas e a profissão em geral.”

Em quatro módulos, as principais questões sobre saúde mental de jornalistas

O curso está organizado em quatro módulos que serão ministrados ao longo de quatro semanas, em uma combinação de palestras em vídeo, apresentações, leituras, fóruns de discussão e questionários.

O módulo 1 discute conceitos-chave para uma boa saúde mental e bem-estar e habilidades básicas de autocuidado para evitar o esgotamento.

O módulo 2 se concentra em como compaixão e empatia podem beneficiar o trabalho de um jornalista.

O módulo 3 analisa como os jornalistas estão conectados física e digitalmente e como estabelecer limites para reduzir o estresse e as frustrações no trabalho. Também aborda a associação entre saúde mental e bullying online.

O módulo 4 examina como conversar sobre saúde mental na redação e como integrar o bem-estar à cultura da organização. Também examina a diversidade e a saúde mental.

Além de Mar Cabra, o curso em espanhol tem como instrutores a jornalista, coach e especialista em redução de estresse Aldara Martitegui e a jornalista e instrutora do treinamento de cultivo da compaixão Natalia Martín Cantero.

Para o curso em português, Cabra e Martitegui serão acompanhadas por Guilherme Valadares, professor de equilíbrio emocional, pesquisador em saúde mental e jornalismo. Ele é fundador do PapodeHomem e faz parte do Instituto PDH.

Além disso, os principais instrutores terão palestrantes convidados de América Latina, Brasil e Espanha que ampliarão o material didático a cada semana.

Embora as questões de saúde mental “permaneçam em grande parte como um tabu ou mal compreendidas, as coisas estão mudando”, avalia Mar Cabra.

“Há cada vez mais interesse em explorar como podemos criar ambientes de trabalho saudáveis no jornalismo, que promovam boas práticas de saúde mental”.

Aqueles que completarem os requisitos do curso e pagarem US$ 30 recebem um certificado de conclusão.

As inscrições podem ser feitas aqui.

Fonte: MediaTalks