Sindicato do Amazonas e FENAJ repudiam agressão a equipe da Band Amazonas

6
Imagem dos manifestantes pró-Bolsonaro hostilizando a equipe da Band AM

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas – SJP/AM e a Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ  repudiam a agressão sofrida pelos repórteres Luiz Henrique Almeida e Lázaro dos Santos Wanderley Filho, da Band Amazonas, praticada por apoiadores do presidente Bolsonaro, na tarde deste último 7 de Setembro, na manifestação pública realizada na orla da praia da Ponta Negra, em Manaus, capital do Amazonas.

De acordo com Boletim de Ocorrência e o relato dos profissionais jornalistas, as ações de hostilidade começaram com gritos de Band China, comunista e arremesso de lata de cerveja contra a equipe de reportagem. Logo em seguida, os manifestantes avançaram contra os jornalistas da emissora de televisão, usando uma bandeira brasileira. A situação foi presenciada por Policiais Militares, em carro estacionado na avenida principal da praia, mas que não interviram para controlar a situação.

As entidades que representam os jornalistas brasileiros lembram às autoridades de segurança do Estado e à sociedade que o acesso à informação de relevante interesse público é um direito fundamental do cidadão. Portanto, o livre exercício profissional e a integridade dos jornalistas devem ser respeitados.

Diante dos fatos, o SJP/AM e a FENAJ solidarizam-se com os jornalistas Luiz Almeida e Lázaro Wanderley, e colocam-se à disposição de ambos, lamentando a violência praticada pelos apoiadores do presidente Bolsonaro contra os profissionais e à liberdade de imprensa.

Manaus, 08 de setembro de 2021.

SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS NO ESTADO DO AMAZONAS  – SJP/AM.

FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS – FENAJ