Sindicatos e FENAJ repudiam agressão a repórter cinematográfico da RIC Record TV Londrina

8
João Rubens Rodrigues Coloniezi, motorista do carro a caminho da viatura da Polícia Militar

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná (Sindijor Norte PR), o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor PR) e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) repudiam a agressão ao repórter cinematográfico Rodrigo Marques, da RIC Record TV Londrina, que aconteceu durante a cobertura de um acidente no cruzamento das ruas Belo Horizonte e Quintino, na noite de terça-feira (28), no município. Marques foi atacado por João Rubens Rodrigues Coloniezi, motorista de um veículo Fiat Palio que teria avançado uma preferencial e se chocado com uma moto, ferindo gravemente uma mulher, passageira do veículo.

Com sinais de embriaguez, Coloniezi partiu para cima de Marques pelo simples fato de o repórter estar exercendo o seu trabalho, com câmera nas mãos, registrando a ocorrência. Imagens captadas pela Rede Massa mostram o agressor derrubando Marques e tomando de suas mãos o equipamento do Grupo RIC, jogando-o, posteriormente, no asfalto. O jornalista teve o ombro deslocado e precisou ser levado ao Hospital Mater Dei, em Londrina. Ele está recebendo apoio médico e jurídico da emissora.

Veja o vídeo da agressão no Instagram: https://www.instagram.com/p/CUaPhzxNw9I/

É revoltante que João Rubens Rodrigues Coloniezi tenha feito, deliberadamente, duas vítimas em decorrência de sua irresponsabilidade: além do jornalista, deixou em estado grave Ana Cláudia Gil Mendes, passageira da motocicleta. Ela permanece internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Londrina. Como se não bastasse, ao ser preso em flagrante, ele ainda questionou um policial militar, em tom de surpresa, sobre ser colocado atrás de uma viatura: “Aqui atrás? Por que atrás, mano?”.

O motorista se negou a fazer o teste do bafômetro, mas admitiu para a Polícia Civil ter feito uso de bebida alcoólica durante a tarde de terça. Ainda para a polícia, o autor disse ter partido para cima do repórter cinematográfico por estar “extremamente desesperado depois de um trauma”. Desesperadas ficaram as famílias das vítimas que sofreram com sua violência, João.

O agressor, que é filho de João Coloniezi, ex-prefeito de Ibiporã, e da ex-secretária de Educação do município, Margareth Coloniezi, continuava preso até o momento de divulgação desta nota de repúdio. Que a justiça aja com rigor e o puna pelos crimes cometidos.

Toda nossa solidariedade a Rodrigo Marques, Ana Cláudia Gil Mendes e suas famílias. Estendemos esse sentimento à repórter Ana Contato, também da RIC Record TV, que se assustou ao presenciar injusta agressão sofrida pelo colega.

Imagem: João Rubens Rodrigues Coloniezi, motorista do carro a caminho da viatura da Polícia Militar
Reprodução do vídeo cedido por Ana Contato
Vídeo da agressão: Reprodução de imagens captadas pela Rede Massa