Terroristas prosseguem no ataque à democracia e agridem profissionais de imprensa em SC

365

O Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina (SJSC) e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) repudiam com veemência os atos violentos promovidos por terroristas contrários ao atual governo federal e as agressões contra jornalistas ocorridas em Santa Catarina nesta segunda-feira (09/01/2023). Tais agressões à democracia e à liberdade de imprensa somam-se à absurda invasão e depredação dos prédios do Congresso Nacional, Superior Tribunal Federal e Palácio do Planalto, ocorrida no domingo.

Nesta segunda-feira, 09, em três episódios diferentes, jornalistas catarinenses foram impedidos de realizarem seu trabalho de informar a população sobre as manifestações que se concentram em frente aos quartéis no estado. Equipes de reportagem do SCC/SBT e da Rádio Clube de Lages foram cercadas e intimidadas por manifestantes que empurraram o repórter cinematográfico Márcio Ramos, do SCC/SBT. Presente no local, a Polícia Militar nada fez.

Em Florianópolis, um grupo de manifestantes cercou os profissionais de imprensa e o repórter cinematográfico Marne Menezes, também da SCC, foi agarrado por um dos manifestantes que tentou arrancar a câmera de suas mãos.

Em Blumenau, uma equipe de reportagem da NDTV foi atacada por manifestantes bolsonaristas em frente ao 23º Batalhão de Infantaria e a repórter Juliete Tambosi teve que deixar o local com a ajuda de colegas.

 O SJSC e a FENAJ condena tais agressões e entende que a violência praticada extrapola o direito constitucional. O SJSC ressalta que qualquer tipo de intimidação, violência e tentativa de constranger os jornalistas no exercício da profissão configura atentado contra a liberdade de imprensa e o direito fundamental do acesso à informação, garantias previstas na Constituição Brasileira.

O SJSC e a FENAJ se solidarizam com os profissionais atacados. O SJSC coloca desde já sua assessoria jurídica à disposição dos profissionais de imprensa de Santa Catarina. Os fatos lamentáveis não vão calar ou intimidar o jornalismo e a democracia.

 Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina

Federação Nacional dos Jornalistas

09 de janeiro de 2023.