Entidades repudiam falas de vereador contra jornalista de Pelotas

113

Sindicato de Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SindJoRS), a Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj), a Comissão de Mulheres da Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj), Delegacia Regional de Pelotas e do Rio Grande (SindJoRS) repudiam, veementemente, as falas do presidente da Câmara de Vereadores de Pelotas, vereador César Brisolara (PSB), proferidas contra a jornalista Rafaela Rosa, do jornal Diário Popular.

Utilizando de sua posição privilegiada na Tribuna, no dia 17/01, o vereador destratou, com palavras de baixo calão, a profissional de um dos mais tradicionais veículos de comunicação do interior do Rio Grande do Sul. O respeito entre agentes públicos e profissionais da imprensa devem ser sempre mantidos, principalmente, quando o vereador ocupa a posição da Presidência da Casa. Ao lhe ser conferido um mandato parlamentar pelo povo pelotense, cabe-lhe, também, prestar contas de todas as suas ações como homem público. Durante o exercício da presidência, esse dever é redobrado e qualquer tentativa de cerceamento aos profissionais de imprensa é CENSURA.

Em sua explanação, o vereador atacou a profissional pela plena execução de seu trabalho: noticiar. Em sua tentativa de intimidação à jornalista, destratou toda a categoria. É papel fundamental da imprensa informar as ações do poder público, principalmente, aquelas pouco divulgadas de forma oficial, ou imediatas – as chamadas factuais.

Sem imprensa livre não há Democracia.

Sindicato de Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SindJoRS) está atento ao caso, por meio de sua diretoria e Departamento Jurídico. O SindJoRS, diante das falas do vereador, recomenda à Casa Legislativa e ao Diário Popular que garantam a devida proteção e liberdade de trabalho à profissional.

Sindicato de Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SindJoRS)
Delegacia Regional de Pelotas (SindJoRS)
Delegacia Regional do Rio Grande (SindJoRS)
Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj)
Comissão de Mulheres da Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj)

Texto: André Zenobini/Diretoria SindJoRS