FIJ lamenta assassinato de jornalista na Colômbia

296

A Federação Internacional de Jornalistas – FIJ divulgou nota lamentando a perda do comunicador Elmer Agudelo Vidales, que foi morto no domingo, 27, ao meio-dia, no município de Palmira, no departamento de Valle del Cauca, na Colômbia.

Agudelo Vidales, fotojornalista e correspondente do jornal “El País” e “Q Hubo”, foi atacado por um homem armado, na comunidade El Sembrador, de Palmira. Horas depois, ele morreu em uma clínica local.

A Polícia atribuiu o incidente a um conflito pessoal, previamente denunciado para a Fiscalía General de la Nación (que equivale à Procuradoria Geral da República, no Brasil).

A Federação Colombiana de Jornalistas – FECOLPER, filiada à FIJ, solicitou às autoridades que não descartatem a atuação profissional como possível causa do assassinato.

A FIJ, organização que representa 600.000 jornalistas em todo o mundo, lamenta a morte do comunicador e solicita aos órgãos competentes que realizem uma investigação profunda para punir os autores materiais e intelectuais deste lamentável acontecimento.

 

Com informações da FIJ