Reunião do GT que discute regulamentação dos jornalistas é adiada

226

Prevista para o dia 9 de agosto, a primeira reunião do grupo de trabalho criado pelo Ministério do Trabalho e Emprego para discutir a regulamentação profissional dos jornalistas foi cancelada. Conflitos quanto a entendimento de como deve se dar a representação dos trabalhadores motivaram o adiamento do início das discussões.

O Grupo de Trabalho foi proposto pelo Ministério do Trabalho e Emprego após o veto do governo ao Projeto de Lei Complementar 079/04, que havia sido aprovado na Câmara dos Deputados e Senado. O GT terá participação de representantes do governo, empresários e trabalhadores, Mas após a FENAJ indicar cinco nomes, o Ministério propôs que os radialistas tivessem representação.

Como se trata da regulamentação dos Jornalistas, os representantes da FENAJ propuseram que os radialistas indicassem um observador. Diante da insistência do MTb, os jornalistas aceitaram que os radialistas tenham uma representação, mas condicionaram que os conflitos entre radialistas e jornalistas sejam tratados no âmbito da CUT, central sindical à qual tanto a FENAJ quanto a FITTERT são filiadas.

A data do início das discussões permanece indefinida até a resolução do problema quanto à representação dos trabalhadores.