Todo apoio a José Maschio, nosso “Ganchão”

17

O Sindijor Norte PR e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) repudiam o ataque ao jornalista José Maschio nas redes sociais. Foi após a publicação de um print, recebido pelo profissional, mostrando que uma magistrada, a juíza Isabele Papafanurakis Ferreira, da 6ª Vara Criminal de Londrina, participou de um ato que pedia o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF). Ao lado de simpatizantes desse absurdo e de uma faixa com um slogan que reafirma o sentido óbvio da manifestação antidemocrática “Supremo é o povo”, ela aparece vestida com as cores da bandeira do Brasil com a data da Independência, 7 de setembro. “Insano, muito insano!” é o nome da postagem pública de Maschio, também conhecido como “Ganchão“, no Facebook.

Após repercussão, obviamente negativa do caso, a pessoa que utilizou o seu perfil para evidenciar a presença da magistrada e simpatizantes na manifestação ameaçou o jornalista pelo simples direito de fazer o seu papel: informar. Sobre este assunto, Maschio também fez uma postagem pública em sua rede social evidenciando essa segunda insanidade.

Infelizmente, não é novidade que jornalistas sejam hostilizados e até ameaçados por pessoas que vão a atos antidemocráticos. Em maior parte dos casos, são apoiadores do Presidente da República Jair Bolsonaro, que não perde a oportunidade de ser agressivo com os profissionais. No mesmo 7 de setembro, data registrada da foto compartilhada por Maschio, equipes da TV Tarobá e um blogueiro da Tarobá News foram recebidos com falta de respeito em manifestações.

O Sindijor Norte PR pretende acionar, com outras entidades, a Advocacia-Geral da União (AGU) por conta das ameaças de “Maria Isabel Araujo Silva“.

Todo apoio a José Maschio, nosso “Ganchão”, que também é Secretário Geral deste Sindicato.