ELEIÇÕES FENAJ – Jornalistas vão eleger, a partir de hoje, nova direção da FENAJ e da Comissão Nacional de Ética

42
A presidente da FENAJ Maria José Braga, Candidata a reeleição, votou hoje, em Goiânia

Sete sindicatos também elegem suas diretorias e comissões de ética

 

Começou nesta terça-feira, 16, a votação para a escolha da nova diretoria da FENAJ e dos cinco novos integrantes da Comissão Nacional de Ética (CNE). As eleições, por voto direto e secreto de cada jornalista sindicalizado e em dia com sua entidade sindical, estendem-se até quinta-feira, 18.  A votação para a diretoria dá-se por meio de chapa e, para a CNE, por meio de candidaturas individuais. 

 

A votação nacional é organizada pelos sindicatos, que puderam optar por realizar as eleições em três, dois (17 e 18) ou só no dia 18. Os sindicatos, por meio das comissões eleitorais locais, também são os encarregados de divulgar horários e locais onde as urnas estão disponíveis para a categoria. Todos os procedimentos são supervisionados pela Comissão Nacional Eleitoral, que elaborou e publicou o edital de convocação das eleições e é a responsável pela proclamação dos resultados.

 

Chapa Única

 

Depois de sete eleições com disputa, o movimento sindical nacional dos jornalistas chegou a uma chapa de unidade. A chapa Audálio Dantas – FENAJ em defesa dos jornalistas, do jornalismo e da democracia é encabeçada pela atual presidenta, Maria José Braga, de Goiás, e tem como vice-presidente Paulo Zocchi, de São Paulo. Os demais cargos da Diretoria – distribuídos entre Executiva, vices-regionais e departamentos – são ocupados por jornalistas de todas as regiões do país e da maioria dos Estados.

 

Para a Comissão Nacional de Ética, cinco jornalistas registraram suas candidaturas: Claudia de Abreu, do Rio de Janeiro; Kardé Mourão, da Bahia; Osnaldo Moraes, de Pernambuco; Pinheiro Sales, de Goiás e Salomão de Castro, do Ceará.  Os jornalistas podem votar em até cinco nomes para CNE, além da chapa que concorre à direção da Federação. 

 

Sindicatos

 

Sete sindicatos de Jornalistas também elegem suas diretorias e comissões de ética em eleições concomitantes com as da FENAJ. Na Bahia, a chapa Começar de Novo é encabeçada por Moacy Neves. No Ceará, Rafael Mesquita lidera a chapa Ousar e Lutar. Em Goiás, Cláudio Curado lidera a chapa inscrita na disputa local. Em Pernambuco, a única chapa é encabeçada por Severino Pereira Leite Júnior e, no Rio Grande do Sul, por Vera Daisy Barcelos. Também em Sergipe a eleição local é com chapa única, liderada por Edmilson Brito.

 

Já no Sindicato do Município do Rio de Janeiro, duas chapas estão na disputa: chapa 1 – Por um sindicato forte, pela valorização dos jornalistas; chapa 2- Luta jornalista! Nesse sindicato a diretoria é colegiada, sem a figura do presidente.

 

Notícias relacionadas: 

 

Chapa única concorre às eleições da FENAJ

 

Jornalistas vão eleger também a CNE