Sindicato lamenta morte de estagiária de jornalismo

268

estudante-atropelada-internaEstudante morreu em acidente automobilístico durante a cobertura de outro acidente na BR-153, no exercício de função que é exclusiva de jornalista profissional

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP), com a Regional de São José do Rio Preto, lamenta profundamente a morte da estudante de jornalismo, Laura Karan Jacob (20 anos), ocorrida nesta quinta-feira (07), atropelada por um caminhão na rodovia BR-153 durante a cobertura de outro acidente que tinha acontecido horas antes. A estudante era estagiária do jornal local Diário da Região.

De acordo com informações da polícia, o motorista do caminhão, que estava carregado com cerca de 40 toneladas de farelo de soja, disse que não teve tempo de frear nem desviar da jovem, atingida enquanto atravessava a rodovia.

O Sindicato mais uma vez reforça que é contra o trabalho de estagiários para exercer a função de jornalista profissional, já que estagiários devem sempre estar acompanhados e sob supervisão de profissionais experientes, principalmente quando escalados para fazer trabalho de campo. Esse fato, infelizmente, é mais uma mostra da precarização imposta por alguns veículos de comunicação que exploram estagiários de forma equivocada.

A diretoria da Regional repudia a exploração de estudantes, lamenta a morte da futura profissional e alerta às redações que um trabalho de conscientização do papel do estagiário será feito futuramente. O SJSP continuará apurando as condições de mais uma morte provocada pela ganância, via precarização do trabalho dos jornalistas e da exploração de estagiários. Voltaremos ao assunto.

Regional São José do Rio Preto
Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo
Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ