Vice-presidente da Comissão Nacional de Ética lança livro na Alemanha

521

vice-presidente-da-comissao-nacional-de-etica-lanca-livro-na-alemanhaO jornalista Pinheiro Salles, vice-presidente da Comissão Nacional de Ética da FENAJ lança na próxima semana, em Berlim, o seu livro Ninguém pode se calar – Depoimento na Comissão Nacional da Verdade, que lá recebeu o título Es darf niemand schweigen – Eine Aussage vor der Nationalen Kommission für Wahrheit.

 Acompanhado da advogada Kelly Gonçalves, o jornalista fará palestra sobre o golpe de 1964, os 21 anos da ditadura militar e a situação atual do Brasil. Também distribuirá um documento, elaborado pelo Fórum das Trabalhadoras e dos Trabalhadores por Justiça e Reparação de São Paulo. Denunciará a participação de empresários alemães na organização do golpe e no financiamento do aparelho repressivo que sustentou o terrorismo de Estado no Brasil.

Na Alemanha, Pinheiro Salles e Kelly vão também reforçar a Campanha Internacional pela Libertação dos presos políticos da Reforma Agrária em Goiás: Valdir Misnerovicz, Luiz Batista e Lázaro da Luz. Os militantes estão presos há mais de 100 dias, sob a acusação de “organização criminosa”. A criminalização dos movimentos sociais no Brasil ganhou força com a perseguição aos opositores do golpe que vem sendo implementando no país.

Levado pelo Projeto Suíço Jovens com Futuro, coordenado por Flueckiger Erich, Pinheiro Salles visitará antigos campos de concentração e homenageará as vítimas do Holocausto. O jornalista informa que, como vice-presidente da Comissão Nacional de Ética e presidente da Comissão da Verdade, Memória e Justiça do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de Goiás, buscará apoio para as lutas democráticas no país, incluindo a punição daqueles que, durante a ditadura militar, cometeram crimes contra a humanidade.