FENAJ faz retrospectiva das lutas e conquistas de 2021

9

Estamos na reta final de 2021, um ano de muitos desafios e perdas mas também de muitas realizações, consolidando a atuação da FENAJ e dos Sindicatos filiados na defesa dos jornalistas e do Jornalismo.

É neste clima de encerramento de ciclos que a Federação inicia a sua #RetrospectivaFENAJ2021! Acompanhe um resumo de nossas principais ações ao longo do ano.

Janeiro – FENAJ se manifesta contra a extradição de Julian Assange

Em entrevista à Sputnik Brasil, Maria José Braga, presidente da Federação, avalia que a decisão de não extraditar Julian Assange foi pautada na debilidade de saúde do australiano, e não na liberdade de imprensa.

Janeiro –  FENAJ adere à campanha Vacinação Já

FENAJ se une a dezenas de entidades sindicais, movimentos populares, institutos e coletivos na luta por uma ampla campanha de vacinação, e contra o veto presidencial aos gastos com a imunização.

Janeiro – FENAJ orienta Sindicatos sobre inclusão de jornalistas entre os grupos prioritários de vacinação contra Covid-19

A FENAJ orientou os 31 Sindicatos de Jornalistas filiados a se dirigirem aos governos estaduais para solicitarem a inclusão dos jornalistas entre os grupos prioritários de imunização contra a Covid-19. Na circular com a orientação, a FENAJ ressalta que a atividade jornalística foi, desde o início da crise sanitária mundial, incluída nos decretos Federal (Decreto 10.288, de 22 de março de 2020) e estaduais como essencial.

Janeiro – FENAJ lança seu Relatório da Violência contra Jornalistas

O ano de 2020 foi o mais violento para os jornalistas brasileiros, desde o início da série histórica da Federação. Foram 428 casos de ataques – incluindo dois assassinatos – o que representa um aumento de 105,77% em relação a 2019, ano em que também houve crescimento das violações à liberdade de imprensa no país. Para a FENAJ, o aumento da violência está associado à ascensão de Jair Bolsonaro à Presidência da República e ao crescimento do bolsonarismo.

Fevereiro – FENAJ denuncia alto índice de mortes por Covid-19 entre jornalistas

Do início da pandemia, em 2020, até o final de janeiro deste ano, pelo menos 94 profissionais morreram em decorrência da Covid-19. O levantamento foi feito pelo Departamento de Saúde da Federação, com apoio dos Sindicatos filiados.

Fevereiro – ABI e FENAJ homenageiam jornalistas mortos pela Covid na campanha Bosques da Memória

Nos “Bosques da Memória”, cada árvore representa uma vítima da pandemia como um símbolo de vida e esperança. Familiares dos jornalistas plantaram uma muda de espécie nativa da Mata Atlântica. A iniciativa é coordenada por três redes organizações: Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Pacto pela Restauração da Mata Atlântica e Rede de ONGs da Mata Atlântica.

Março – Comissão de Mulheres lança ações para o 8M “Lute como uma jornalista”

Uma nota pública em defesa de vacina para todas e todos, por auxílio emergencial digno, pelo fim da desigualdade e da violência de gênero e raça, contra o desmonte do SUS e dos serviços públicos, pelo direito à vida e pela autonomia de corpos das mulheres foi divulgada.

Além disso, em parceria com os Sindicatos e as Comissões Estaduais de Mulheres, foram realizadas diversas lives com temas que afetam diretamente as mulheres jornalistas. Uma delas foi promovida pelo Sindicato do RS, e debateu o Sindicalismo e luta de gênero.

Abril – FENAJ apoia pesquisa da USP sobre situação de comunicadores após um ano de pandemia

O estudo do CPCT ocorreu exatamente um ano após a realização de investigação inicial, que diagnosticou o momento vivido pelos comunicadores ainda no começo da pandemia.

Abril – Brasil é o país com maior número de jornalistas mortos por Covid-19

De acordo com levantamento elaborado pelo Departamento de Saúde da FENAJ, a partir de notícias e de acompanhamento pelos Sindicatos da categoria no país, 169 jornalistas morreram entre abril de 2020 e março de 2021. O dossiê também mostra que, em três meses de 2021, o número de mortes supera todo o ano de 2020, quando foram registradas 78 mortes de abril a dezembro. Este ano, são 86 vítimas, percentual 8,6% maior que no total de 2020.

Abril – 7 de abril: Dia do Jornalista| FENAJ relembra conjuntura difícil para o exercício profissional

Em um período de pandemia que avança pelo país, exercer o jornalismo demanda ação política e sindical contundentes em defesa dos jornalistas, diz a nota da Federação.

Abril – FENAJ participa da Conferência Global do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa

A secretária geral da FENAJ, Beth Costa, participa, na sexta-feira (30/4), do plenário temático sobre “Viabilidade da mídia – Um pilar para a informação como Bem Público”, e no dia 1º de maio, para falar sobre “Lembre-se dos mortos, lute pelos vivos – Uma homenagem aos jornalistas que morreram da Covid-19”.

Maio – FENAJ na luta pela saúde e vida dos jornalistas

Para sensibilizar os técnicos do Ministério da Saúde — que se recusou a incluir os jornalistas no Plano Nacional de Imunização, apesar de os profissionais da mídia exercerem atividades consideradas essenciais — FENAJ e Sindicatos lançam a campanha “Essencial é a informação!”. Por meio de uma mobilização nas redes sociais, as entidades buscaram o apoio da categoria e da sociedade à reivindicação apresentada ao Ministério.

Maio – FENAJ e Sindicatos defendem EBC em reunião com equipe do PPI

A FENAJ e os Sindicatos de Jornalistas e Radialistas do Distrito Federal, São Paulo e Rio de Janeiro reuniram-se com a equipe do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), do Ministério da Economia, responsáveis pelo processo da EBC dentro do Programa Nacional de Desestatização. A reunião foi solicitada pela FENAJ, com o objetivo de expor à equipe os principais argumentos da defesa da EBC como empresa pública de comunicação. As entidades defenderam a importância da EBC permanecer com seu estatuto de empresa pública, que cumpre papel definido na Constituição, e por isso não pode ser extinta ou privatizada.

Maio – FENAJ lança e-book “O impacto das plataformas digitais no jornalismo”

O livro tem o objetivo de traçar, de forma interdisciplinar, ao longo de sete capítulos, o retrato de como a internet está estruturada no país, seu impacto na contemporaneidade, as consequências da sua presença na sociedade e, especialmente, seu reflexo no jornalismo. A organização é do diretor de Relações Institucionais da FENAJ, José Augusto Camargo.

Maio – FENAJ lança abaixo-assinado digital pela vacinação de jornalistas contra a Covid-19

O abaixo-assinado amplia o movimento em defesa da vida dos jornalistas e envolve a categoria nesta articulação para inclusão entre os grupos prioritários do PNI e foi encaminhado ao Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass) e Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

Junho – FENAJ e Sindicatos promovem Dia Nacional de Luta pela Vacinação dos jornalistas contra a Covid-19

Entidades convocaram a categoria a ir trabalhar de azul, ocupar as redes sociais e ampliar a coleta de assinaturas ao manifesto que foi entregue ao Ministério da Saúde.

Junho – FENAJ anuncia que realizará 39º Congresso Nacional dos Jornalistas em setembro

Primeiro congresso da categoria em ambiente virtual, o maior fórum de deliberação dos jornalistas brasileiros foi agendado para setembro de 2021.

Julho – FENAJ e Sindicatos realizam seminários regionais “Jornalismo, sim!”

Objetivo dos eventos on-line foi debater as propostas de taxação das grandes plataformas digitais e criação do Fundo de Apoio ao Jornalismo.

Julho – Jornalistas em defesa da igualdade racial realizam webinário sobre comunicação e racismo

A Comissão Nacional de Jornalistas pela Igualdade Racial (Conajira) realizou nos dias 30 e 31/07, o 2º ENJIRA (Encontro Nacional de Jornalistas pela Igualdade Racial). Com o tema “Comunicação e igualdade racial na pandemia das ideias”, o evento teve transmissão simultânea no canal da Conajira no YouTube e no Facebook da Federação.

Agosto – FENAJ debate proposta de taxação das big techs com entidades

A FENAJ e seus Sindicatos filiados iniciaram, em agosto, a segunda fase dos Seminários Regionais “Jornalismo, Sim!”, debatendo com sociedade civil a proposta para fortalecer o jornalismo e a democracia brasileira.

Agosto – FENAJ realiza o 16º Pré-Fórum no 20º Encontro Nacional de Professores de Jornalismo

Na edição deste ano, o tema abordado foi “O futuro da profissão: taxação das grandes plataformas digitais e criação do Fundo de Apoio e Fomento ao Jornalismo”.

Agosto – FENAJ denuncia: 278 jornalistas mortos pela Covid-19 no país

A categoria dos jornalistas seguiu sendo vítima fatal da Covid-19 no período de abril a julho, conforme a terceira atualização do levantamento sobre as mortes por Covid-19 entre os profissionais, feita pela FENAJ, por meio do Departamento de Saúde e Segurança. Na média, foram registradas 28,4 mortes por mês, número muito próximo à marca do primeiro trimestre (28,6 mortes/mês), o que representa quase uma morte de jornalistas a cada dia.

Agosto – Jornada e salários dos jornalistas estão sob ameaça direta da MP 1.045

A FENAJ já havia expressado seu repúdio à MP 1.045, explicando que promoveria desmonte de direitos e prejudicaria a classe trabalhadora. Nesta nova manifestação, chamou particular atenção para um dos indecorosos “jabutis” ardilosamente inseridos na MP, que liquidaria, numa só penada, as jornadas específicas de várias categorias profissionais, incluindo a dos/das jornalistas.

Agosto – FENAJ intensifica mobilização contra MP 1045 e chama categoria a pressionar senadores

A entidade chamou a categoria a pressionar o senado para que a matéria perdesse a validade, uma vez que deveria ser apreciada até o dia 7 de setembro. Também enviou a todos os senadores o seu posicionamento público contrário à MP1045, chamando atenção dos parlamentares para o artigo 84 da medida que, se aprovado naquela casa legislativa, vai possibilitar a ampliação da jornada, sem pagamento de hora-extra.

Setembro –  Senado derruba reforma trabalhista de Bolsonaro

A FENAJ e os Sindicatos de Jornalistas filiados comemoraram a vitoriosa mobilização da categoria que resultou na derrota da MP 1045, que trazia prejuízos para os jornalistas.

Setembro – FENAJ realiza 39° Congresso Nacional dos Jornalistas

Defesa da democracia contra neoliberalismo e extrema-direita marca o evento no qual a categoria aprovou cotas para mulheres, negros, indígenas e quilombolas na direção da Federação.

Setembro – FENAJ e Conajira confirmam apoio ao estudo sobre Perfil Racial da Imprensa Brasileira

O estudo será uma importante ferramenta para o desenvolvimento de políticas afirmativas no campo do jornalismo que venham contribuir para a diversidade e inclusão no mercado de trabalho e a qualificação da produção jornalística.

Outubro – FENAJ realiza curso “Capacitação de mulheres jornalistas para atuação no movimento sindical”

Com a participação de cerca de 80 mulheres, a formação debateu o feminismo, movimento sindical, democracia na Comunicação e fortalecimento das mulheres jornalistas por meio da organização.

Outubro – FENAJ e sindicatos entram com ação contra privatização da EBC

A ação demonstra a incompatibilidade do ato e pede a suspensão da inclusão da EBC no Programa Nacional de Desestatização, vistos os preceitos constitucionais e sua função social.

Novembro – Jornalistas de SP realizam paralisação histórica

A histórica mobilização dos jornalistas na capital garantiu a reposição da inflação de 8,9% nos salários de até R$ 10 mil a partir de dezembro, e um fixo de R$ 890 para os demais. Os jornalistas também conquistaram a volta da PLR, retirada na Convenção Coletiva 2020-2021.

Novembro – Pandemia, desinformação e plataformas: Encontro de Jornalistas do NE discute os desafios do jornalismo

Os Sindicatos de Jornalistas Profissionais de Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte, São Luís (MA) e Sergipe convocaram o I Encontro Regional de Jornalistas do Nordeste, realizado 19 a 21 de novembro, de forma virtual. Evento reuniu grandes nomes do jornalismo progressista brasileiro e do ensino e da pesquisa em comunicação.

Novembro: FENAJ apoia Pesquisa Perfil do Jornalista Brasileiro 2021

A presença de pessoas negras entre jornalistas no Brasil cresceu de 23% em 2012 para 30% em 2021, num provável reflexo das políticas de ação afirmativa no acesso ao ensino superior. O dado foi aferido pela pesquisa “Perfil dos Jornalistas Brasileiros (2021)”, que contou com a participação de mais de 7 mil profissionais.

Novembro – FENAJ realiza curso sobre como se proteger de ataques e ameaças online

O curso faz parte do projeto “Monitoramento da Violência contra Jornalistas e Liberdade de Imprensa no Brasil – Ano 2021”, que tem por objetivo monitorar a crescente violência contra a categoria no país a partir da coleta de dados pelos 31 Sindicatos de Jornalistas filiados. A iniciativa tem o apoio do Fundo de Direitos Humanos dos Países Baixos.

Dezembro – FENAJ apoia dia de luta dos jornalistas do NE

Os jornalistas do Nordeste realizaram em 15/12 um dia de luta em toda a região, para protestar contra contra os atrasos salariais, a ausência de reajustes, o desrespeito à jornada de trabalho, a precarização nas redações e assessorias e o crescimento da violência contra a categoria.

Dezembro – FENAJ apoia greve na EBC

Federação apoiou o movimento de jornalistas e radialistas, que passaram 19 dias de braços cruzados na mais longa greve da EBC, contra a intransigência da direção da empresa, que suspendeu o Acordo Coletivo de Trabalho.

Dezembro – FENAJ solicita aos Sindicatos o envio dos relatos de violência contra a categoria

Objetivo é garantir, mais uma vez, a cobertura nacional que caracteriza o Relatório da Violência contra Jornalistas e Liberdade de Imprensa no Brasil, edição 2021